quarta, 13 de janeiro de 2021 - 18:11h - 612
Saiba onde procurar atendimento em Saúde Mental na rede estadual do Amapá
Estado oferta atendimento psicológico de emergência e ambulatorial para população em Macapá..
Por: Claudia Cavalcanti
Foto: Arte: John Barroso/Secom

A campanha ‘Janeiro Branco’ traz a conscientização sobre a importância dos cuidados com a saúde mental e emocional. No Amapá, na rede estadual de saúde, a população pode contar com uma rede de atendimento voltada para a estabilização e acompanhamento dos pacientes.

Nos casos de pacientes em crise ou surto, o primeiro atendimento acontece no Hospital de Emergência (HE), em Macapá, que oferta 24 horas serviços de atendimento psicológico para casos de urgência e emergência, como crises de ansiedade, depressão, abuso ou qualquer tipo de violência e traumas psicológicos, além de tentativas de suicídio.

O paciente pode ficar internado na unidade por até 72 horas ou até ser estabilizado. Caso ele necessite continuar internado ele será encaminhado para a Enfermaria Psiquiátrica do complexo do Hospital de Clinicas Alberto Lima (HCAL).

Cada paciente recebe um plano de cuidados individualizado de acordo com o seu histórico clínico e psiquiátrico, que pode incluir a participação em atividades de terapia ocupacional, pintura, dança, música, desportivas, recreativas e jogos de inteligência.

Durante sua permanência, os familiares são acompanhados pelo serviço social e recebem acompanhamento psicológico, uma vez que o transtorno afeta também fortemente os familiares. Além destes cuidados, os pacientes são acompanhados por odontólogos, clínicos gerais, nutricionista, equipe de enfermagem entre outros profissionais.

Serviços de Acompanhamento

No complexo do Hcal funciona ainda o Ambulatório de Saúde Mental, serviço especializado que acompanha de forma ambulatorial o tratamento de pessoas com transtornos metais e de humor como depressão, ansiedade, síndrome do pânico, estresse, de comportamento e personalidade, sono e alimentares.

Atualmente o Ambulatório possui quase 16 mil usuários cadastrados, o que o torna, dentro da rede de atenção em saúde mental, o dispositivo de maior demanda dos usuários no estado.

O paciente também pode ser inserido nas redes de serviço como os Centros de Apoio Psíquico Social (Caps), onde poderá receber maior suporte para o tratamento de possíveis transtornos psicológicos.

O Caps Casa da Gentileza é a referência no atendimento e tratamento à pessoa com sofrimento mental severo e persistente. O trabalho é voltado para estimular a integração social e familiar através de atendimento médico e psicossocial.

O Caps Álcool e Drogas (AD) é destinado ao atendimento diário à população adulta com transtornos decorrentes do uso e dependência de substâncias psicoativas, como álcool e outras drogas.

Também existe o CAPS Infantojuvenil (IJ) no município de Santana, para crianças e jovens até 17 anos que apresentam transtornos mentais ou decorrentes do uso de drogas.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá