quinta, 11 de abril de 2019 - 14:53h - 3859
Ueap celebra acordo técnico de produção audiovisual com o Canal Futura
Com isso, conteúdos com narrativas do Amapá poderão ser exibidos num dos maiores canais de difusão da ciência do país; produção será feita pelos acadêmicos.
Por: Diego Diniz
Foto: Everton Fernando
Reitora da Ueap, Kátia Paulino, e coordenadora de projetos do Canal Futura, Venessa Ronchi, durante cerimônia de assinatura

A Universidade do Estado do Amapá (Ueap) celebrou nesta quarta-feira, 10, um acordo de cooperação técnica para capacitar universitários com produção audiovisual. O acordo foi celebrado com o Canal Futura, da Fundação Roberto Marinho. Com isso, conteúdos com narrativas do Amapá poderão exibidos no canal.

O acordo de cooperação prevê três metas principais: oficinas e cursos ministrados em Macapá por funcionários do Futura voltados para o audiovisual; a produção de um documentário pela comunidade acadêmica da Ueap e o intercâmbio de estudantes para o Rio de Janeiro, na sede do Canal Futura, onde os estudantes poderão obter cursos de direção cinematográfica, produção e edição de vídeo, por meio dos projetos Geração Futura Juventudes e Florestabilidade - esse último voltado especificamente para os estados da Região Norte.

 “O Futura é um canal muito preocupado com narrativas. Milhões de pessoas declaram assistir e boa parte dessas pessoas são educadores. Nesse sentido, ter na tela o conteúdo do Amapá, para nós, é lindo”, declarou um dos coordenadores de projetos do Canal, Tiago Gomes. Ele e a outra coordenadora, Vanessa Ronchi, exibiram o documentário “A Primeira Pedra”, do diretor carioca Vladimir Seixas e que foi premiado com o Pitching DOC Futura de 2018.

A exibição ocorreu no auditório central da Ueap que ficou lotado de estudantes, professores e técnicos universitários interessados em aprender a produzir conteúdo audiovisual. O filme narra o drama de vítimas de linchamento no Brasil, muitas das quais padecem por engano coletivo, vítimas de preconceito ou disseminação de boatos.

Para o cineasta Tiago Gomes, levar a narrativa amapaense ao público do Canal Futura é contribuir com a riqueza e diversidade do país. “É de grande importância celebrar acordos com instituições que produzem pesquisa, sobretudo na região amazônica”, considerou.

A reitora da Ueap, Kátia Paulino, avaliou que a produção de conteúdo audiovisual com narrativas do Amapá vai contribuir para que as pesquisas da universidade expandam sua relevância social. “Passaremos a ter uma possibilidade maior de publicar as pesquisas, ações de extensão e eventos de uma forma geral com maior publicidade, uma vez que o Futura é um dos maiores canais de difusão da ciência no país”, destacou.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá