sexta, 11 de janeiro de 2019 - 16:42h - 736
Governo avalia criação de um Centro de Desenvolvimento Econômico do Amapá
Anúncio foi feito pelo governador Waldez Góes, durante encontro com gestores de órgãos estratégicos do Executivo Estadual nesta sexta-feira, 11.
Por: Eloisy Santos
Foto: Maksuel Martins / Secom
Governador destacou a necessidade de reestruturação da máquina pública e de fomento à economia amapaense

O Governo do Amapá prossegue com a agenda prioritária de planejamento e reestruturação da Administração Pública para alavancar o setor econômico do Estado. Como parte desse compromisso, o governador Waldez Góes anunciou, durante reunião com o vice-governador, Jaime Nunes, e gestores de órgãos estratégicos do Executivo estadual, que avalia criar um Centro de Desenvolvimento Econômico do Amapá. O encontro aconteceu nesta sexta-feira, 11, no Palácio do Setentrião, em Macapá.

A pretensão com esse mecanismo é que sejam reunidos, em um só lugar, os órgãos do eixo de desenvolvimento econômico da gestão, como forma de alinhar e tornar mais céleres as ações, decisões e execução de políticas públicas da área.

O governador Waldez Góes pontuou que as ações de reestruturação da máquina pública e de fomento à economia são essenciais para o cumprimento do compromisso firmado com a sociedade amapaense desde o período eleitoral: melhorar e ampliar as entregas nas áreas sociais fundamentais, como educação, saúde, segurança pública e assistência – passando pelos programas sociais como Amapá Jovem, Renda Para Viver Melhor e Luz Para Viver Melhor.

“Para melhorar as políticas públicas sociais, precisamos urgentemente mobilizar nossa base produtiva, verticalizar, industrializar o Amapá. Para isso, um passo importante é integrar os órgãos estratégicos, alinhar as ações, desburocratizar a gestão, dar mais transparência e utilizar da expertise do vice-governador, Jaime Nunes, para alavancar o nosso setor econômico”, registrou Góes, mencionando que o Comitê de Controle e de Qualidade do Gasto Público (CQG) também será fundamental nesse processo.

O governador pontuou que agendas de trabalho, como a desta sexta-feira, estão acontecendo periodicamente, e que o intuito é reavaliar a estrutura do governo, como a medida inicial de todo esse processo. Góes acrescentou que até o início de fevereiro, serão anunciadas outras decisões importantes, que vão impactar de forma mais positiva a estratégia de desenvolvimento econômico do Amapá.

“Se precisar extinguir órgãos, vamos extinguir; enxugar, diminuir gastos, diminuir a duplicidade e sobreposição de tarefas, tornar os processos mais transparentes em ações que já estão encaminhadas - como a regularização fundiária, e outras ações que ainda serão iniciadas; tomar decisões necessárias a melhorar os serviços de licenciamento ambiental, assistência rural, florestal mineral, de crédito”, acrescentou Góes.

Participaram da agenda, além do governador e vice, gestores da Agência de Desenvolvimento Econômico do Amapá (Agência Amapá); Gabinete Civil do Governador (GabGov); Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz); Procuradoria-Geral do Estado do Amapá (PGE); e dos Institutos Estaduais de Florestas (IEF) e do Meio Ambiente e Ordenamento Territorial (Imap).

Plano de Mineração

Durante o encontro também ficou acertado que a Agência Amapá irá finalizar o Plano de Mineração do Estado do Amapá (2019-2030), para que seja socializado com a população em audiências públicas na Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), no retorno das atividades legislativas.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá