quinta, 10 de outubro de 2019 - 10:16h - 2080
Rastreamento de viaturas por GPS fortalece combate ao crime no Amapá
Ferramenta integra sistema de radiocomunicação implementado na segurança pública do Estado. Cerca de 200 viaturas, nos 16 municípios, são monitoradas.
Por: Rita Torrinha
Foto: Netto Lacerda
Com rastreamento da frota da Segurança Pública, comunicação é otimizada no combate ao crime

Desde o início do ano um sistema de radiocomunicação digital já é realidade a serviço da segurança pública do Amapá, no combate ao crime, integrando os 16 municípios. Agora, mais um importante passo foi dado e será expandido para todas as forças policiais e órgãos parceiros: o monitoramento de viaturas por GPS.

Os equipamentos estão instalados em viaturas da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Polícia Técnico-Científica (Politec) e Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), além de veículos de órgãos parceiros como os do Ministério Público Estadual e da Polícia Rodoviária Federal.

O avançado sistema de georreferenciamento favorece a gestão estratégica da segurança pública. Por meio de um mapa digital de acompanhamento em tempo real os serviços somam tecnologia de ponta e inteligência geográfica, fornecendo aos gestores um sistema completo, com resultados que impactam na economia de tempo, recursos e esforços.

Somente do Estado cerca de 200 veículos são monitorados através de GPS.

“É possível mapear a localização de cada um deles em tempo real, traçar um perfil da atuação e otimizar rotas, reduzindo o tempo de atendimento das chamadas de emergência e favorecendo a distribuição do patrulhamento em cada região”, explica o secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública, Carlos Souza.

Segundo ele, o georreferenciamento permite mapear a demanda de ocorrências, além de gerenciar a modalidade e a frequência de crimes mais comuns em cada região, favorecendo ações preventivas localizadas.

O monitoramento geral está centralizado no Centro Integrado de Operações em Defesa Social (Ciodes). Cada gestor tem acesso ao mapa com informações das viaturas correspondentes ao seu respectivo setor, como detalha o assessor técnico da Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), tenente Edvar Isacksson:

“O Estado está com 100% de ativação da radiocomunicação integrada ao Ciodes. Agora está ativando mais um recurso desse sistema, que é o georreferenciamento por GPS de todos esses equipamentos - desde rádios portáteis individuais até rádios das viaturas. Essa ferramenta possibilita mensurar o volume de comunicação no sistema, períodos mais críticos, bairros com maiores solicitações de ocorrências, bem como filtrar diversas informações”, frisou.

A integração é possível porque foram instaladas em diferentes regiões do Estado (incluindo áreas de fronteira) um total de 30 torres - oito delas referentes à aquisição do Governo e as demais, fruto de cooperação técnica com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Todos os sítios estão em operação e ativadas às localizações do GPS.

A vantagem é que o sistema é digital e criptografado, impedindo qualquer tipo de interferência, integrando todos os órgãos de segurança num único sistema. Diferente do que ocorria com o sistema analógico, que era facilmente rastreado por organizações criminosas.

Recurso

Trata-se de um marco na história da segurança pública amapaense, que ganhou reforço em todas as áreas, incluindo investimentos em tecnologia e comunicação. São R$ 7,3 milhões investidos na aquisição de equipamentos. Os recursos fazem parte dos mais de R$ 136 milhões captados e já em execução no setor.

A captação do recurso é fruto de um Termo de Cooperação entre o Governo do Amapá, através da Sejusp, e a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá