quarta, 10 de julho de 2019 - 14:47h - 417
Lei Seca já abordou 6,3 mil condutores no primeiro semestre de 2019
Números apontam queda de 14% no número de condutores flagrados sob efeito de bebida alcoólica nos seis primeiros meses do ano em comparação a 2018.
Por: Ailton Leite
Foto: Maksuel Martins/Secom
O número de 6.363 abordados nos seis primeiros meses de 2019, ultrapassa a quantidade registrada nos 12 meses de 2018

O número de condutores abordados nos primeiros seis meses de 2019 em fiscalizações da Operação Lei Seca, coordenada pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran), aumentou em 159% em relação ao mesmo período de 2018 -  isto se dá porque o número de operações também foi menor no ano anterior. Este ano, 6.363 condutores foram abordados, contra 2.461 nos primeiros seis meses do ano passado. O número já ultrapassa a quantidade de abordados em 2018, quando houve o registro de 5.159.

Segundo o coordenador da Lei Seca no Amapá, Rondinelle Marques, todos os 2.461 condutores abordados no primeiro semestre de 2018 foram convidados a fazer o teste do etilômetro e 15% acabaram sendo flagrados sob efeito de bebida alcoólica. Já nos seis primeiros meses deste ano, apenas 5%, dos 6.363 abordados, foram flagrados sob efeito de bebida alcoólica. “Aumentamos o número de operações buscando intensificar as abordagens e conscientizar os condutores sobre a importância de um trânsito seguro para todos”, ressaltou Marques.

Os números apresentados pela coordenação da Lei Seca apontam uma diminuição de 74% no número de condutores apresentados na delegacia por embriaguez, entre os dois anos. Nos primeiros seis meses do ano passado, 81 pessoas foram conduzidas para a delegacia pelo crime de embriaguez ao volante. Neste primeiro semestre, o número caiu para 21.

Já os condutores autuados nos artigos 165 e 165-A, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), no primeiro semestre de 2018, foram 364 no total. Nos primeiros seis meses deste ano, houve uma redução de 14%, e apenas 312 condutores foram autuados.

Houve ainda um aumento de 34% no número de flagrantes de outras infrações de trânsito. No período em análise de 2018 foram 423 pessoas. Já nestes primeiros meses, o número chegou a 566 pessoas.

A coordenação da Operação Lei Seca ressalta que as fiscalizações devem se intensificar neste mês com o início das programações de verão e a festividade de São Tiago que acontece de 16 a 28 de julho, em Mazagão Velho, no município de Mazagão.

“Reforçamos aos condutores que evitem pegar a direção de veículo após o consumo de bebida alcoólica. O condutor flagrado sob efeito de álcool está sujeito ao pagamento de multa no valor de R$ 2.934,70 e a suspensão do direito de dirigir por 12 meses”, avisa Rondinelle Marques.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá