quinta, 10 de janeiro de 2019 - 13:01h - 325
Governo avalia novas parcerias público-privadas em terminais de passageiros
Encontro com concessionária do Terminal Rodoviário de Macapá serviu para discutir novas perspectivas para terminais rodoviários e hidroviários do Estado.
Por: Gabriel Dias
Foto: Seplan
Reunião aconteceu na Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan) com a presença de gestores estaduais e empresários

Gestores de órgãos públicos estaduais reuniram-se na quarta-feira, 9, com representantes da Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico Ltda. (Sinart) - empresa responsável pela administração do Terminal Rodoviário de Macapá - para discutir a implementação de parcerias público-privadas com o objetivo de conter gastos e melhorar o atendimento à população. O encontro aconteceu na Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), na capital.

O secretário de Estado do Planejamento, Eduardo Tavares, explicou que o encontro foi um marco importante para a iniciativa do governo em realizar políticas voltadas para concessões e parcerias público-privadas. "Essa é uma das pautas prioritárias do Plano de Governo e do Comitê de Controle e de Qualidade do Gasto Público para buscar o equilíbrio das contas públicas e melhorar o atendimento à população”, frisou o gestor.

Durante a reunião foram discutidas novas perspectivas para o terminal hidroviário de Santana e dos terminais rodoviários de Laranjal do Jari e Oiapoque. “É importante destacar que esse tipo de administração, através de concessões e parcerias público-privadas, viabiliza que o poder público possa focar em serviços como educação, saúde e segurança, e passe a estimular o setor privado gerando oportunidades de emprego, geração de renda e desenvolvimento econômico”, ponderou Tavares.

Também participaram da reunião gestores da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinf), Secretaria de Estado de Desenvolvimento de Cidades (SDC) e Secretaria de Estado de Transporte (Setrap).

Terminal Rodoviário de Macapá

A Sinart deverá iniciar, ainda em janeiro, investimentos na infraestrutura e modernização do terminal, garantindo aos usuários do transporte coletivo intermunicipal um ambiente com mais comodidade e conforto. A previsão é que, no decorrer de dois anos, sejam investidos R$ 2,4 milhões para dar uma nova roupagem ao terminal.

“A ideia da empresa é modernizar o ambiente e trazer franquias e lojas para dentro do prédio, tornando o terminal rodoviário um espaço público convidativo que vai agregar a região norte da capital”, destacou o secretário de Planejamento.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá