domingo, 09 de dezembro de 2018 - 13:04h - 3574
Concurso do Iapen registra 22.771 candidatos na prova objetiva
Gabarito e questões serão divulgados nesta segunda-feira, 10, a partir das 17h.As vagas são para os cargos de educador social e agente penitenciário.
Por: Nathacha Dantas
Foto: Márcio Pinheiro / Secom
Foram desclassificados por não comparecimento ao local e horário do teste, 3.319 pessoas, ou seja, 12,72% do total de inscritos

Dos 26.090 candidatos inscritos para o concurso público do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), 22.771 realizaram as provas neste domingo, 9, o que representa 87,28%. Foram desclassificados por não comparecimento ao local e horário do teste, 3.319 pessoas, ou seja, 12,72% do total de inscritos.

As provas objetivas foram aplicadas pela Fundação Carlos Chagas (FCC) - contratada pelo Governo do Amapá para realizar o certame -, em 42 pontos de Macapá, com duração de 3h30, conforme previsto no edital. O gabarito e as questões serão divulgados nesta segunda-feira, 10, a partir das 17h no site FCC.

Os portões abriram às 8h30 e fecharam às 9h, mas para evitar imprevistos muitos, chegaram com até duas horas de antecedência. Foi o caso da estudante Sara Freitas, 28, que chegou às 7h da manhã na Escola do Novo Saber (Tempo Integral) Tiradentes e, ainda revisou o conteúdo.

A candidata, que concorre a uma das vagas de agente penitenciária feminina, foi uma das últimas a deixar a sala de provas. “Me preparei há seis meses e estava bem inteirada ao conteúdo, o mais desafiador foi o tempo, mas estou confiante em ter um bom resultado”, avaliou Sara.  

Já o santanense Bruno Lima, que disputa umas das vagas de agente penitenciário masculino, se declara um concurseiro nato. O estudante já foi aprovado em dois concursos com apenas 21 anos de idade. Um deles foi o da Polícia Militar, que teve o edital lançado em julho de 2017 pelo Governo do Amapá. Sobre a prova deste domingo, ele disse que sentiu mais dificuldade nas questões sobre Direito Administrativo.

“Tranquei um semestre da faculdade para me preparar e concorrer a essa vaga, espero ter uma boa colocação. Pois, acredito que tenho perfil para trabalhar na área da segurança pública”, comentou Bruno Lima.

Quando questionado sobre qual das aprovações ele pretende escolher, disparou: “Sendo Iapen ou PM, onde for chamado primeiro. Mas, quero trabalhar para a segurança do meu Estado”.

Outra candidata, Fabíola Negrão enfrentou uma longa viagem de Laranjal do Jari, município da região Sul do Amapá, a Macapá para concorrer à vaga de agente penitenciário feminino.

“É a primeira vez que estou prestando um concurso público e com o incentivo da minha mãe”, disse. Sobre a distância ela revela: “Cheguei à capital sexta à noite. A viagem foi cansativa, mas nenhum caminho é árduo demais para quem busca realizar um sonho”, concluiu a jovem de 26 anos.

A secretária adjunta da Secretaria de Estado da Administração (Sead), Regina Duarte, e técnicos da Sead, acompanharam o processo desde a entrada dos candidatos nos locais de aplicação das provas, para garantir que a realização do exame ocorresse dentro da normalidade. “O concurso do Iapen fecha o ciclo de oportunidades ofertadas por essa gestão nos últimos quatro anos. Todos os certames transcorreram da melhor forma possível. Para 2019 estão previstos cerca de seis novos concursos”, adiantou Regina.

A aplicação da prova objetiva de conhecimentos gerais e conhecimentos específicos com 60 questões é a primeira etapa do concurso, que será seguida pelo exame documental, exame de capacidade física, teste de avaliação psicológica, exame de saúde e investigação social.

As vagas ofertadas são de nível médio para os cargos de educador social masculino (8 vagas imediatas e 32 cadastros de reserva); educador social feminino (2 vagas e 8 cadastros de reserva); agente penitenciário masculino (80 vagas imediatas e 320 cadastros de reserva) e agente penitenciário feminino (20 vagas imediatas e 80 cadastros de reserva). O salário é de R$ 3.318,64.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Márcio Pinheiro / Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá