quinta, 09 de maio de 2019 - 16:09h - 1293
Estado financia embarcação de pescador santanense
Embarcação com motor foi financiada com recursos do Frap que é gerido pela SDR e tem como agente financeiro a Afap; Pescap elaborou o projeto do pescador.
Por: Ailton Leite
Foto: Ailton Leite/Secom
A entrega foi feita no porto de Santana

Um pescador do município de Santana recebeu na manhã desta quinta-feira, 9, uma embarcação de pequeno porte com motor, que foi financiada com recursos do Fundo de Desenvolvimento Rural do Amapá (Frap). A entrega foi feita no porto de Santana pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural (SDR) e pela Agência de Pesca do Amapá (Pescap). Gerido pela SDR, o Frap tem como agente financeiro a Agência de Fomento do Amapá (Afap).

O beneficiado foi Raimundo Tenório Gomes Neto, que há mais de 20 anos trabalha como pescador. Para ele, a embarcação significa a realização de um sonho. “Tenho uma vida toda trabalhando nesta área, sempre para os outros. Vinha tentando conseguir esse financiamento desde 2014 e agora consegui”, comemorou o pescador.

Para ter acesso ao financiamento, Raimundo procurou a Pescap que elaborou o projeto para que pudesse adquirir a embarcação. Segundo o diretor-presidente da Pescap, Edson França, esse tipo de ação vem sendo desenvolvida pela instituição e já beneficiou outros pescadores.

“Em 2018, entregamos três embarcações para pescadores e, este ano, estamos entregando a primeira. Temos alguns projetos sendo elaborados pelos nossos técnicos que irão beneficiar outros pescadores ainda em 2019. Esse tipo de ação é uma das missões da Pescap: atuar de forma a melhorar o desenvolvimento do setor pesqueiro do Estado”, pontuou França.

O financiamento da embarcação com motor foi de aproximadamente R$ 50 mil. Presente na entrega, o gerente de crédito rural da Agência de Fomento do Amapá, José Altamir Lobato, explicou que o Frap tem como objetivo, promover a elaboração de ações específicas para o desenvolvimento de atividades agropecuárias, extrativistas vegetais, agroindústrias, pesca artesanal e aquicultura, por meio de apoio da produção, comercialização e concessão de crédito.

“Para ter acesso ao financiamento, é necessário a elaboração de um projeto feito pelos técnicos das agências vinculadas à SDR, e em seguida é encaminhado para a Afap que libera o recurso. Dependendo do financiamento, o beneficiário pode ter até oito anos, com três de carência, para quitar com parcelas pagas anualmente”, explicou Altamir Lobato.

No caso da embarcação de Raimundo, que foi financiada em seis anos, ele terá carência de um ano com juros de 4% ao ano. “O financiamento tem outra vantagem para o beneficiário. Se o pescador pagar até a data de vencimento, ele ganha um desconto de 20% sobre o valor da parcela”, ressaltou o gerente de crédito Rural da Afap.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Rural, Daniel Montagner, afirmou que o setor pesqueiro do Amapá tem grande potencial, daí a importância de fomentá-lo. “Esses investimentos devem gerar impactos positivos para a economia com a geração de emprego e renda, na melhoria da qualidade de vida do ribeirinho. Tudo aquilo que for para estimular este setor, não somente a captura, mas também a comercialização, terá os investimentos necessários porque acreditamos que isso vai ajudar a fortalecer a economia do Estado”, garantiu o titular da SDR.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Ailton Leite/Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá