quinta, 08 de novembro de 2018 - 17:00h - 235
Marabaixo é reconhecido como patrimônio cultural brasileiro
Título concedido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) assegura condições de transmissão e reprodução da manifestação cultural.
Por: Gabriel Dias
Foto: Iphan
O anúncio do reconhecimento aconteceu durante reunião do conselho consultivo do Iphan, em Belém (PA)

O marabaixo, manifestação cultural do Amapá, recebeu nesta quinta-feira, 8, o título de patrimônio cultural brasileiro, importante certificação dada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A atribuição reconhece a presença das ancestralidades africanas na formação social e cultural do Amapá e da Amazônia. Além disso, pode assegurar condições de transmissão e reprodução dessa manifestação cultural. O anúncio aconteceu durante reunião do conselho consultivo do Iphan, em Belém (PA).

De acordo com a membro do comitê gestor da Secretaria Extraordinária de Políticas para os Afrodescendentes (Seafro), Valdinete Costa, o marabaixo foi reconhecido como patrimônio cultural brasileiro por ser uma forma de expressão que reúne referências culturais vivenciadas e atualizadas pelos amapaenses, fundamental para a construção e afirmação da identidade cultural negra brasileira, além de compor a memória, a identidade e a formação da sociedade.

Fruto da organização e identificação predominante entre as comunidades negras do Amapá, o marabaixo é uma expressão cultural de devoção e resistência que representa tradições e costumes locais e reúne ritmo, dança, vestimentas, comidas e literatura.

Para chegar a esse reconhecimento, a Seafro teve um papel fundamental durante o processo, ajudando na realização de estudos e coletas de documentos necessários para a certificação. “A secretaria contribui nesse processo de avanço, disponibilizando técnicos e informações necessárias para a conclusão desse estudo, junto ao Iphan”, explicou Valdinete Costa.

Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade

Nesta sexta-feira, 9, o marabaixo será apresentado como patrimônio cultural brasileiro durante a 31ª Edição do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, que tem como objetivo o reconhecimento a ações de proteção, preservação e divulgação do Patrimônio Cultural Brasileiro e é uma homenagem ao primeiro dirigente da Instituição.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Arquivo / Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá