terça, 08 de outubro de 2019 - 19:04h - 1306
Central do Enem: estudantes testam conhecimentos em simulado idêntico ao exame
Provas foram aplicadas em nove escolas estaduais de Macapá, Santana, Mazagão, Tartarugalzinho, Laranjal do Jari e Vitória do Jari.
Por: Caroline Mesquita
Foto: Erich Macias/Seed
Teste aconteceu em nove escolas estaduais

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está próximo, e, nesta reta final, é importante revisar conteúdos, otimizar o tempo e resolver exercícios. Para ajudar nesta preparação, a Central do Enem – cursinho gratuito ofertado pela Secretaria de Estado da Educação (Seed) a estudantes e comunidade – aplicou, nesta terça-feira, 8, o simulado presencial idêntico ao exame. O teste aconteceu em nove escolas estaduais de Macapá, Santana, Mazagão, Tartarugalzinho, Laranjal do Jari e Vitória do Jari.

O primeiro dia de simulado corresponde às áreas de linguagens, ciências humanas e redação. Na quarta-feira, 10, haverá a aplicação da segunda prova relacionada aos conteúdos de ciências da natureza e matemática. Ao todo, foram ofertadas 1.500 vagas para os testes.

Estudantes da rede estadual, federal, particular, e até mesmo pessoas que já estão em faculdades privadas, mas, almejam uma vaga na universidade pública, fizeram o simulado. O aluno Janderson Nogueira, 18 anos, da Escola Estadual Gabriel de Almeida Café, acredita que o teste é uma oportunidade para avaliar suas capacidades e saber onde melhorar.

“Já fiz o Enem outras vezes como treineiro, mas, é este ano que vale tudo. Com o simulado, posso saber como está o meu desempenho e melhorar meus estudos. Quero conquistar uma vaga no curso de direito”, falou Janderson.

A Central do Enem ofertou o simulado nos mesmos moldes do exame. O teste é da Evolucional, empresa educacional que disponibiliza caderno de prova, folha de redação e cartão resposta semelhantes ao Enem. Além disso, a central garantiu aos estudantes atendimentos diferenciados e específicos para pessoas com necessidades especiais.

A aluna Regiane da Silva Queiroz tem baixa visão e solicitou um ledor (que lê a prova para pessoas com deficiência total ou parcial para a leitura) e transcritor para auxiliar no simulado.

“Já fiz o Enem uma vez, e, lá, somos atendidos por dupla de ledores. O simulado foi bem elaborado, estilo Enem, com conteúdos interessantes e um tema de redação acessível”, comentou Regiane. Ela também frequenta aulas na Central do Enem.

A secretária de Estado da Educação, Goreth Sousa, considerou o momento um marco para a educação pública do Amapá, pois, é a primeira vez que a Seed oferta um simulado igual ao Enem para os estudantes da rede e comunidade em geral.

“Nossos jovens podem experimentar a pressão das provas e aproveitar o tempo que falta, até o Enem, para revisar e aprender o que falta”, orientou a gestora.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Erich Macias/Seed

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá