quinta, 08 de agosto de 2019 - 16:09h - 458
CEA alerta para obras que não estão obedecendo distância mínima da rede de alta tensão
Normas de segurança preveem que a construção tenha distância mínima de cinco metros da rede elétrica para evitar acidentes durante a construção.
Por: Cassio Albuquerque
Foto: CEA
O isolamento e proteção dos cabos são obrigatórios e evitam danos à rede elétrica e previne acidentes

A equipe técnica da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) tem identificado diversas obras de construção civil que não estão obedecendo a distância mínima de cinco metros da rede de alta tensão, na cidade de Macapá. Essa distância é para que seja garantida a segurança dos operários que trabalham na obra.

A identificação dos casos tem sido feita durante os trabalhos de rotina das equipes na rua. Quando isso ocorre, a CEA comunica os órgãos fiscalizadores para que sejam tomadas as medidas cabíveis de correção, a fim de que os proprietários se ajustem às normas regulamentadoras.

De acordo com o gerente de Segurança no Trabalho da CEA, Marconi Cruz, o isolamento e proteção dos cabos são obrigatórios e evitam danos à rede elétrica e previne acidentes nas construções. Lajes e prédios estão inclusos nesta situação.

“Ainda que seja necessário, temos identificado obras irregulares e os seus proprietários estão sendo notificados para que sejam tomadas as medidas de segurança. O ideal é que, antes da construção iniciar, uma equipe da CEA seja acionada para avaliar onde será feita esta obra”, orientou Marconi Cruz.

Quando não for possível obedecer, o proprietário da obra deve contratar uma empresa especializada para realizar os trabalhos de isolamento e proteção dos cabos, segundo complementa o gerente de Segurança no Trabalho da CEA. Nessas situações, todos os custos para a proteção serão de responsabilidade do construtor.

Para esta e outras informações, os interessados devem buscar os postos de atendimento presencial da CEA ou pelo Call Center, através do número 116.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá