quinta, 08 de julho de 2021 - 17:23h - 2263
Governo ouve segmentos de bares e restaurantes sobre retomada gradual de atividades
Diálogo com os setores é permanente e busca planejar o retorno responsável por meio dos diálogos com os empreendedores.
Por: Henrique Borges
Foto: Marcio Pinheiro
O Governo está investindo R$ 2,4 com auxílio emergencial para os proprietários de bares e restaurantes

O Governo do Amapá realiza encontros permanentes com os segmentos econômicos do estado para dialogar sobre a retomada gradual e responsável das atividades. Nesta quinta-feira, 8, representantes da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Amapá (Abrasel-Ap) foram recebidos no Palácio do Setentrião.

As prefeituras de Macapá, Santana e Mazagão também estiveram presentes.

Na última terça-feira, 8, entrou em vigor o Decreto Nº2261, que traz como principal mudança novos horários para o toque de recolher; setores do comércio; e realização de atividades esportivas e de eventos sociais, corporativos, técnicos e científicos (linkar matéria).

Os empresários do setor de lazer e alimentação abordaram as experiências recentes com a retomada gradual das atividades, como a fiscalização dos protocolos para funcionamento das atividades de comércio e as estratégias para evitar aglomerações e manter o distanciamento social dentro dos estabelecimentos.

O chefe-adjunto do Gabinete Civil do Governador, Carlos Marques, reforça que o diálogo na mesa de governança é permanente.

“Precisamos continuar debatendo e planejando para evitar perder tempo quando a situação estiver mais controlada e adequada para a reabertura total. Agora não é hora de relaxar, devemos continuar conscientizando e respeitando o protocolo estabelecido nas nossas discussões”, disse.

Entre as medidas adotadas pelo Governo para o segmento, está a Lei Estadual nº 2.540, que dispõe sobre o auxílio no valor de R$ 1.500, pago para estabelecimentos como bares, restaurantes, lanchonetes, segmentos de eventos e agências de viagem.

O presidente da Abrasel, Yukio Nagano, explica que a entidade vem elaborando o protocolo com as experiências mais recentes após a flexibilização.

“O trabalho de conscientização precisa continuar. É preciso seguir o quantitativo e o distanciamento adequado de pessoas nas áreas internas. Até a próxima semana, vamos estar com um novo protocolo elaborado, pontuando a estratégia para seguir conscientizando os empresários e o público”, afirmou.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá