segunda, 08 de abril de 2019 - 15:04h - 655
Ipem começa a fiscalizar cronotacógrafos de 6.207 veículos no Amapá
Fiscalizações começaram dia 2 de abril e seguirão um cronograma até 5 de dezembro; até o momento, 1.372 veículos já passaram pelo procedimento.
Por: Ailton Leite
Foto: Maksuel Martins/Secom
As fiscalizações acontecem sempre às terças e quintas-feiras, em pontos estratégicos das rodovias JK e Duca Serra

O Instituto de Pesos e Medidas do Amapá (Ipem/AP) iniciou, no último dia 2, a fiscalização periódica dos cronotacógrafos, equipamento de uso obrigatório estabelecido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), e que se torna essencial na elucidação de acidentes, entre outras funcionalidades. Ele é instalado em veículos de transportes e condução escolar, de passageiros e de carga, com peso bruto total superior a quatro mil quilos. E é responsável pelo registro de velocidade, tempo e distância percorrida.

Dos 6.207 veículos que possuem o equipamento instalado, 1.327 já passaram pela fiscalização. “Estamos verificando se os veículos estão com o certificado em dia e se o disco está em perfeitas condições que garantam os registros das informações”, informa o coordenador técnico operacional do Ipem, Ronildo Nobre.

As fiscalizações acontecem sempre às terças-feiras e quintas-feiras, em pontos estratégicos das rodovias JK e Duca Serra, sempre com o apoio do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE). Os fiscais do Ipem também estão realizando o procedimento em frente ao posto de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF), localizado no Km 9 da rodovia BR-210. A verificação se estende até o dia 5 de dezembro.

“É um procedimento simples, mas pontual. Os veículos são parados e, em seguida, lançamos o número da placa direto no sistema do Inmetro [do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia], onde os cronotacógrafos estão cadastrados. O sistema indica se o veículo está ou não com a certificação em dia”, explicou Nobre.

O coordenador técnico operacional do Ipem advertiu que, caso o veículo não esteja com a certificação em dia, ou então, não conste a identificação dele no sistema, o motorista é orientado a se regularizar.

Se este mesmo veículo for flagrado numa próxima fiscalização e continuar irregular, um auto de infração é emitido e encaminhado ao jurídico do Instituto de Pesos e Medidas, responsável por aplicar as sanções administrativas.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá