terça, 08 de janeiro de 2019 - 22:35h - 825
Materiais didáticos do Programa de Aprendizagem do Amapá chegam às escolas estaduais
Durante o mês de janeiro, todas as escolas da rede estadual vão receber os recursos didáticos do Programa de Aprendizagem.
Por: Caroline Mesquita
Foto: Pedro Gomes/Seed
Governador Waldez Góes e a secretária Goreth Sousa participaram da entrega dos materiais didáticos foram entregues na Escola Estadual Reinaldo Damasceno

Um novo passo foi dado e promete transformar a educação amapaense. Na tarde desta terça-feira, 8, escolas da rede estadual começaram a receber os materiais didáticos do Programa de Aprendizagem do Amapá (Paap) – estratégia do governo do Estado para promover avanços significativos na educação do Amapá, alfabetizando e reforçando o aprendizado de estudantes matriculados no 1º ao 5º ano do ensino fundamental, com aulas de Língua Portuguesa e Matemática.

A primeira unidade de ensino que recebeu os kits pedagógicos, destinados a professores e estudantes, foi a Escola Estadual Reinaldo Maurício Goubert Damasceno, localizada no bairro Novo Buritizal, zona sul de Macapá. O governador Waldez Góes e a equipe da Secretaria de Estado da Educação (Seed) entregaram 21 kits pedagógicos para professores e 450 kits para estudantes.

Os materiais didáticos também foram entregues nesta manhã aos prefeitos e secretários municipais de educação dos 16 municípios do Estado. Na escola Reinaldo Damasceno, o governador Waldez Góes explicou à comunidade escolar que a entrega desses recursos didáticos foi pensada três anos atrás.

“Estamos aqui entregando algo que foi prometido em 2016. Todos nós sabemos o desafio que é, no Brasil inteiro, melhorar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Hoje, com o PAAP, damos um novo passo para termos uma educação de qualidade. E é uma tarefa de todos, se comprometerem para melhorar essa causa”, pontuou Góes.

Para Ohana Chaves, diretora da Reinaldo Damasceno, os livros e jogos didáticos – principalmente – vão atrair os estudantes e somar com outros projetos que são desenvolvidos na unidade de ensino. “Estamos com uma expectativa muito grande em relação a esses kits pedagógicos, pois nossos alunos gostam de brincadeiras, são interativos e interessados, e essas aulas dinâmicas e que trazem obras da nossa própria terra, com certeza, vão atraí-los.”, considerou.

A secretária de Educação, Goreth Sousa, lembrou que os professores da rede estadual são, em sua maioria, qualificados e, mesmo assim, os índices educacionais do Amapá não são bons. “O Ideb do Amapá não representa nossos professores. Não condiz com o nível profissional. Aqui, a maioria possui pós-graduação. Sabemos que os desafios são muitos e complexos, mas contamos com vocês para mudar esse quadro. Ser professor é uma missão muito nobre e árdua”, frisou Goreth.

A segunda escola que recebeu os materiais foi a Santa Maria, localizada no bairro Marabaixo I, na zona oeste de Macapá, onde foram matriculados 210 alunos no 1º ao 5º ano, em 2018. Com o período de pré-matrículas abertas e a demanda apontada na Chamada Escolar, a expectativa é que esse número de estudantes cresça. Por isso, a unidade escolar recebeu 373 kits de alunos e 21 kits de professores.

A diretora da Santa Maria, Carla Cristina Azevedo, disse que toda a equipe escolar está bastante ansiosa para utilizar os materiais didáticos do Paap. “No curso de capacitação, nossos professores ficaram encantados com o material, pois enxergaram nele a metodologia da Escola Santa Maria. Nós acreditamos que vai dar certo e que, logo, vamos colher resultados bem favoráveis. As nossas crianças também estão animadas, pois elas sabem que podem contribuir com a produção do material”, comemorou Carla.

Materiais didáticos

O governo investiu aproximadamente R$ 2 milhões na compra dos recursos didáticos do Paap. O kit do estudante contém cadernos de atividades de Língua Portuguesa e Matemática; cadernos de produção textual; além de coleções de livros de histórias. Os itens variam de acordo com a série do aluno. Já o kit do professor inclui livro paradidático para reforçar a alfabetização; orientação didática; caderno de registros; cartazes; jogos matemáticos; CD´s, coletânea amapaense e coleção de livros infantis.

Os livros trazem a valorização da identidade cultural do Amapá e o fortalecimento do trabalho de artistas locais, incluindo obras de artistas amapaenses como os cantores Osmar Júnior, Zé Miguel, a poetisa Anne Carvalho, entre outros. Estudantes da rede pública premiados em competições também tiveram seus textos publicados nos livros.

Cronograma de entregas

Até o dia 11 de janeiro, todos os 16 municípios do Amapá receberão os materiais didáticos. A entrega nas escolas municipais ficará a cargo da Secretaria Municipal de Educação de cada cidade. E, durante o mês de janeiro, as escolas da rede estadual receberão o material didático.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá