sexta, 07 de dezembro de 2018 - 12:32h - 127
Potencialidades do Amapá atraem embaixador de Luxemburgo no Brasil
Embaixador Carlo Krieger cumpre agenda no estado para conhecer os potenciais minerais, culturais, sociais e econômicos, visando cooperações futuras.
Por: Eloisy Santos
Foto: Marcelo Loureiro / Secom
Carlo Krieger, durante o encontro, destacou fatores em comum entre Luxemburgo e Amapá

Nesta sexta-feira, 7, o embaixador de Luxemburgo no Brasil, Carlo Krieger, iniciou agenda no Amapá, com o intuito de conhecer as potencialidades econômicas, sociais e culturais locais, para estreitar as relações, visando parcerias futuras. Ele foi recebido pelo governador Waldez Góes, no Palácio do Setentrião, em Macapá.

Há cerca de um ano, Luxemburgo, país da Europa Ocidental, instituiu sua primeira embaixada no Brasil. E desde março deste ano, Carlo Kriegue prossegue visitando vários estados brasileiros. Carlo Krieger, durante o encontro, destacou fatores em comum entre Luxemburgo e Amapá, como a fronteira com a França, por exemplo. Ele pontuou, ainda, que Brasil e o país europeu mantém relações diplomáticas desde o século XIX.

O embaixador ainda explanou que a primeira indústria moderna em metalurgia a se instalar no Brasil, foi de Luxemburgo, situada em Belo Horizonte (MG). O país também tem potencial na área de tecnologia em satélites, com uma empresa fundada há 30 anos em Kourou, na Guiana Francesa. O empreendimento que hoje possui cerca de 70 satélites em órbita, presta serviços, inclusive, a alguns estados da Amazônia.

Carlo acrescentou que Luxemburgo possui o quarto Fundo de Investimento direto no Brasil. Possui, ainda, uma das maiores empresas de carga do mundo, sendo o primeiro país da Europa com esse serviço no Brasil.

“A nossa intenção é estreitar, cada vez mais, a relação com os estados brasileiros, com suas lideranças políticas, conhecer mais sua história e características. A pretensão é que, futuramente, possamos concretizar parcerias de sucesso, de acordo com as potencialidades em comum que temos”, reforçou Krieger.

O governador Waldez Góes destacou que o Amapá está sempre aberto para novas parcerias, regionais, nacionais e internacionais. Ele mencionou que a criação da Agência de Desenvolvimento Econômico do Amapá (Agência Amapá), que possui um departamento específico de Relações Internacionais, tem o importante papel de ser porta de entrada para o diálogo permanente com quem pretende investir no estado.

Góes ainda mencionou que o Amapá possui recursos naturais e minerais que podem ser um caminho de parceria com Luxemburgo, além da fronteira com a Guiana Francesa, que aponta para projetos de transporte e logística.

Os incentivos fiscais, através da Área de Livre Comércio de Macapá e Santana (ALCMS) e da Zona Franca Verde de Macapá e Santana (ZFV), também são grandes atrativos que o Amapá possui e que foram apresentadas ao embaixador.

As dificuldades fundiárias que o estado enfrenta, também estão prestes a serem sanadas, pontuou Góes, com a nova Rede Geodésica, Base Cartográfica e processo de Regularização Fundiária, construídos em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Exército Brasileiro (EB).

Durante a reunião, Góes sugeriu ao embaixador que seja articulada a visita de empresas de Luxemburgo ao Amapá, para que participem de um workshop que apresentará o cenário do Amapá, nos aspectos mercadológico, natural, mineral.

“Trabalhamos arduamente para tornar o Amapá um estado atrativo. Por isso, primamos pelas políticas de incentivo aos novos negócios, industrialização, parcerias nacionais e internacionais. Nos interessa a expertise de Luxemburgo nas áreas de tecnologia, transporte e logística, satélites de comunicação e mineração. Vamos fortalecer cada vez mais esses laços, pelo crescente desenvolvimento do nosso estado”, projetou o governador Waldez Góes.

Também participaram da reunião o desembargador do Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), Gilberto Pinheiro; o empresário Jaime Nunes, vice-governador eleito; a diretora-presidente da Agência Amapá, Tânia Miranda; a assessora de Relações Internacionais da Agência Amapá, Gabriela Castro; e o professor da Universidade Federal do Pará, Karl Arens.

O embaixador Carlo Krieger cumpre agenda até este sábado, 8, no Amapá, acompanhado de equipe de governo. As visitas englobam pontos turísticos, religiosos, culturais e instituições de ensino, como a Universidade Federal do Amapá (Unifap).

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Marcelo Loureiro / Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá