sexta, 07 de junho de 2019 - 21:13h - 2136
Beneficiária do ‘Renda’ ganha impulso para criar negócio próprio de gastronomia
Dilma Santos foi sorteada com um curso sobre como planejar um pequeno negócio; sorteio ocorreu durante o sexto encontro do Projeto Inclusão Produtiva da Sims.
Por: Rodrigo Souza
Foto: Rodrigo Santos/Sims
Curso que Dilma Santos ganhou será ministrado pelo Sebrae

A Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (Sims) promoveu nesta sexta-feira, 7, o sexto encontro do Projeto Inclusão Produtiva, uma das etapas do recadastramento do Programa Renda Para Viver Melhor. O encontro foi promovido em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), reunindo dezenas de beneficiárias e beneficiários para acompanharem palestras sobre a saúde da mulher e empreendedorismo.

Realizado no auditório do Sebrae, em Macapá, o evento buscou incentivar iniciativas de empreendedorismo e cooperativismo entre as beneficiárias e beneficiários do Renda, como uma forma de motivá-los a visualizar novas perspectivas e, assim, terem a oportunidade de sair da condição de vulnerabilidade social que se encontram atualmente. O Projeto Inclusão Produtiva visa, também, atuar diretamente na prevenção da saúde física e mental destas pessoas.

"Hoje nós falamos sobre nove dicas de como cuidar da saúde, entre elas, a saúde mental, violência doméstica e prevenção de infecções sexualmente transmissíveis. Então, foi uma palestra bem pontual sobre situações importantes que acometem as mulheres amapaenses. E a importância disso é justamente a prevenção, diminuir os casos e levar para essas mulheres o conhecimento sobre si, sobre o seu corpo e a sua mente", ressaltou a técnica e enfermeira da Sesa, Rosiane Pereira, que ministrou a palestra "Saúde da Mulher: 9 cuidados primordiais".

Logo após a ministração sobre empreendedorismo, foi realizado um sorteio em que dez beneficiárias foram contempladas com um curso do Sebrae voltado ao planejamento do seu pequeno negócio. Uma das contempladas foi Dilma dos Santos, futura empresária, que pretende investir no setor de gastronomia.

"O meu sonho é ser empresária. Este ano estou dando o primeiro passo. Eu já me planejei para ter o meu pequeno negócio. E isso aqui [a palestra] foi um crescimento, um fortalecimento para o esse meu próprio negócio. Eu gostei muito, amei e tirei boas ideias daqui. Agradeço muito ao Sebrae e essa parceria com o Renda. Isso foi muito gratificante para mim", confessou Dilma dos Santos.

A secretária de Estado da Inclusão e Mobilização Social, Albanize Colares, frisou que iniciativa está prevista no decreto de criação do Programa Renda para Viver Melhor, que é capacitar e instruir os beneficiários para ingressar no mercado de trabalho.

“A Inclusão Produtiva é bem ampla, no empreendedorismo e cooperativismo. E a parceria com o Sebrae é fundamental para introduzir esses temas e mostrar como se lançar no mercado com um pequeno negócio", destaca, Albanize, enfatizando, ainda, a necessidade de falar sobre saúde mental e a valorização da vida.

Atualização cadastral

O recadastramento do Renda para Viver Melhor acontece até o mês de setembro. Todos os beneficiários deverão passar pelo procedimento que acontecerá nas sedes do Super Fácil ou em locais pré-estabelecidos. Clique aqui e acompanhe o cronograma e os locais de recadastramento em cada cidade.

A atualização cadastral deve ser feita a cada dois anos, conforme os critérios constantes no Decreto nº 1.752/2016 que regulamenta o programa de acordo com as regras do Sistema Único da Assistência Social (Suas).

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Rodrigo Souza/Sims

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá