sexta, 07 de fevereiro de 2020 - 18:18h - 2994
Quadrinhos sobre a Amazônia são destaques de evento na Biblioteca Pública
Lançamentos de duas revistas do segmento marcaram a programação do Dia do Quadrinho Nacional, nesta sexta-feira, 7.
Por: Henrique Borges
Foto: Albenir Sousa/Secom
Revistas lançadas tiveram inspirações sobre histórias do Estado do Amazonas.

A Biblioteca Pública Elcy Lacerda recebeu mais uma edição da programação alusiva ao Dia do Quadrinho Nacional, celebrado nesta sexta-feira, 7. Como parte da valorização do segmento, o evento lançou de duas revistas em quadrinhos sobre a Amazônia.

As relações internacional e nacional dos quadrinhos e o processo de produção desta arte na Amazônia foram temas de palestras ofertadas aos visitantes. Apresentações de cosplayers (pessoas a caráter de personagens) também foram atrações.

Escritor e roteirista brasileiro de histórias em quadrinhos com reconhecimento internacional, Gian Danton faz parte da produtora Associação Pop-Cultural do Amapá (Ápice), que promove a programação.

Além de organizador há 3 anos do evento, Danton é professor na Universidade Federal do Amapá (Unifap), onde também aborda a produção de quadrinhos para a comunidade acadêmica.

“No Amapá estamos comemorando há três anos, juntamente com a produtora Ápice e a biblioteca. Temos todos os tipos de quadrinhos para todas as idades e buscamos trazer debates e discussões sobre a história e o mercado dos quadrinhos”, disse.

Convidado do Amazonas, o estúdio Black Eye foi quem lançou as revistas “A Maldição do Governador” e “Sete Cores da Amazônia”, ficções inspiradas em histórias sobre um dos maiores estados da região Norte.

De acordo com o ilustrador da Black Eye, Tieê Santos, o encontro entre os profissionais pode gerar fruto sobre o Amapá. O profissional adianta que está em discussão uma produção com inspirações locais.

“Ainda estamos prospectando a produção de quadrinhos com uma história do Amapá, algo relacionado na categoria Terror. A ideia é desenvolver algo próprio para uma produção daqui”, afirmou.

Além de Gian Danton e Tieê Santos, palestraram o professor do curso relações internacionais da Unifap, Tiago Luedy, e o artista amapaense Igum D’jorge, que compõe o estúdio amazonense Black Eye.

Após o fim da programação, os exemplares lançados ficam à disposição da Biblioteca Pública para comercialização, entre os valores de R$ 15 e R$ 25. A biblioteca fica localizada na Rua São José, nº 38, bairro Central.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Albenir Sousa/Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá