sexta, 06 de setembro de 2019 - 18:30h - 624
Novos equipamentos vão reforçar atendimentos na rede hospitalar
São 70 monitores multiparâmetros e 40 desfibriladores que serão destinados a compor UTIs, salas vermelhas, semi-intensivas, dos hospitais.
Por: Claudia Cavalcanti
Foto: Marcelo Loureiro / Secom
Aparelhos são produzidos no Brasil através do programa Parceria para o Desenvolvimento Produtivo (PDP)

A rede estadual de saúde irá receber 70 novos monitores multiparâmetros e 40 desfibriladores cardíacos para reforçar o atendimento nas Unidades de Terapia Intesiva (UTIs), salas vermelhas e semi-intensivas dos hospitais. Os equipamentos, avaliados em R$ 3,4 milhões, foram doados sem custo para o Estado pelo Ministério da Saúde (MS), através do programa Parceria para o Desenvolvimento Produtivo (PDP).

Os aparelhos são produzidos no Brasil por meio da PDP, estabelecida entre o Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), a empresa de dispositivos médicos Lifemed, a Fundação Parque Tecnológico da Paraíba (PaqTcPB) e Ministério da Saúde (MS).

Durante a assinatura do termo de doação, nesta sexta-feira, 6, o governador Waldez Góes ressaltou que os equipamentos representam mais uma modernização da assistência à saúde para assegurar os atendimentos na rede estadual de saúde.

“Agradeço em nome do Amapá; esses equipamentos abrirão novas possibilidades de servir a população que necessita das nossas UTIs. Estamos sendo gratificados com agilidade, desburocratização e transferência de conhecimento. Tenho certeza que o sucesso desse projeto vai dar maior reconhecimento para a Universidade, os pesquisadores, professores e alunos”, disse Góes.

O Amapá é o 17° Estado a ser contemplado com o projeto. A garantia é de 12 meses e uma equipe da Lifemed fará a montagem dos equipamentos e o treinamento das equipes para o correto manuseio dos mesmos.

O titular da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), João Bittencourt, explicou que com a chegada dos aparelhos, existe a possibilidade de ampliação de leitos de UTI. Desde 2017 o governo do Estado vem investindo no reaparelhamento da rede hospitalar, com a aquisição de equipamentos para reforçar o atendimento de urgência e emergência, de diagnóstico de imagem e suporte na terapia intensiva, além de melhorar a assistência nos serviços de oftalmologia e cirurgias.

“Estamos com o processo licitatório finalizado para a compra de novos ventiladores mecânicos necessários para as unidades de saúde do Estado do Amapá. Estamos apenas fazendo um estudo técnico para termos certeza de que eles irão atender as necessidades dos nossos pacientes para fecharmos esse circuito e habilitar esses leitos”, complementou Bittencourt.

PDP

A parceria entre UEPB e o MS prevê que os alunos da instituição possam ser capacitados na fabricação dos equipamentos e, em troca do financiamento, o MS recebe os equipamentos que podem ser distribuídos conforme solicitação dos estados.

O PDP é um programa do Governo Federal que visa a cooperação, mediante acordo entre instituições públicas e entidades privadas, para desenvolvimento, transferência e absorção de tecnologia, produção, capacitação produtiva e tecnológica do país em produtos estratégicos para atendimento às demandas do Sistema Único de Saúde (SUS).

A professora da UEPB, Dra Kátia Galdino, responsável pelo desenvolvimento do projeto, afirmou ser uma satisfação enorme entregar equipamentos tão essenciais para os estados, como o Amapá. “O Ministério da Saúde acreditou na nossa proposta, de produzir e manter essa tecnologia no Brasil. Com isso, ganham os estudantes, que são os nossos pesquisadores, a universidade, a indústria brasileira e a saúde. Quando vemos que um projeto como esse está dando certo, temos a garantia do dever cumprido”, comemorou Galdino.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Marcelo Loureiro / Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá