sexta, 06 de julho de 2018 - 08:40h - 662
Estudantes e professores testemunham crescimento do Walkíria Lima em 66 anos
Novo ambiente oferta salas apropriadas para o ensino musical e vai quadruplicar número de vagas para estudantes.
Por: Caroline Mesquita
Foto: André Rodrigues/Secom
Professor Carlitão recorda que não tinham instrumentos quando começou a dar aulas de trompete, há 26 anos. Com o passar dos anos, o centro foi sendo dotado de equipamentos necessários para as atividades

“Ganhamos um espaço que realmente merecemos e que vai potencializar a educação musical no Amapá”. A declaração é do professor Carlos Tavares da Silva, sobre a inauguração nesta quinta-feira, 5, do novo prédio do Centro de Educação Profissional de Música Walkíria Lima, localizado na Rua Eliezer Levi, zona central de Macapá.

Carlos Tavares, conhecido como “Carlitão”, leciona aulas de trompete, há 26 anos, no Walkíria Lima, inaugurado em 1952, como Conservatório Amapaense de Música quando o Amapá ainda era Território Federal.

O professor recorda que quando começou a trabalhar na instituição, em 1992, não havia nem instrumentos musicais para as aulas práticas dos estudantes. “Meu único trompete era dividido com todos os meus alunos. Passou um tempo e ganhamos alguns instrumentos. Mas, as nossas salas dos prédios antigos nunca foram adequadas para ensinar música”, comenta.

O estudante Calebe Araújo, 16 anos, estuda piano há quatro anos, dois deles no Centro de Música Walkíria Lima. Para ele, a única coisa que faltava para a instituição era uma estrutura adequada, pois os profissionais que atuam no espaço são capacitados e excelentes na forma de ensinar música.

“O nosso prédio antigo deixava muito a desejar. Agora, temos um lugar que é nosso, bem equipado e, com a qualidade de ensino oferecida aqui, vamos elevar a educação musical do nosso Estado”, avaliou Araújo.

Fillip Sena, 21 anos, foi o aluno homenageado pelo Governo do Amapá durante a cerimônia de inauguração do Walkíria Lima. O estudante recebeu um certificado de honra ao mérito por seu compromisso e dedicação aos estudos da música.

Fillip está há seis anos no Walkíria estudando violão erudito e já se forma no fim do ano. Além disso, é acadêmico do curso de Licenciatura em Música da Universidade do Estado do Amapá (Ueap).

“Essa escola já é minha segunda casa. Afinal, são seis anos de convivência e aprendizado. Acredito que, com o novo prédio, haverá mais oportunidade para a população em geral, pois serão aumentadas as vagas, e também nos dá condições de desenvolver diversos projetos pensados por estudantes e professores”, enfatizou o estudante.

Cursos

O Centro de Educação Profissional de Música Walkíria Lima oferta três cursos técnicos, o de instrumento musical, de regência e o de canto, na linha de formação lírica. O curso de instrumento musical possui 10 linhas de formação, em instrumentos como clarinete, piano, violoncelo, violão popular, violão erudito, flauta doce e saxofone. A escola de música oferta, também, projetos de extensão e oficinas musicais.

Estrutura

O novo prédio foi construído com acessibilidade arquitetônica, dispõe de estacionamento coberto, elevador, urbanização, auditório, salas administrativas, 44 salas de aula para estudos teóricos, coletivos e de prática individualizada, projetadas conforme as especificidades necessárias ao ensino de cada instrumento. O novo espaço vai triplicar o número de vagas, passando de 600 para 2 mil.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

André Rodrigues e Maksuel Martins/Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá