domingo, 06 de maio de 2018 - 18:00h - 597
Candidatos enfrentam segunda fase do concurso para defensor público no Amapá
163 concorrentes foram convocados para as provas práticas, que foram aplicadas na Escola Estadual Deusolina Salles Farias, em Macapá.
Por: Gabriel Dias
Foto: Maksuel Martins / Secom
Cada candidato teve que responder questões dissertativas e elaborar peças processuais

Aconteceu neste fim de semana, a segunda fase do concurso para o cargo de defensor público do Estado do Amapá. Foram convocados para participar das provas práticas 163 concorrentes. Cada da candidato teve que responder questões dissertativas e elaborar peças processuais. A prova foi aplicada em dois dias na Escola Estadual Deosolina Salles Farias, em Macapá.

O exame teve duração de cinco horas. Os classificados, nessa fase, estarão aptos a encarar a terceira, correspondente à prova oral – que será aplicada pela Fundação Carlos Chagas (FCC), nos dias 3, 4 e 5 de agosto. Para os aprovados, será aplicada a prova de títulos, que vai compor a nota final e definir a classificação dos aprovados em todas as etapas.

O gerente de concursos da Secretaria de Estado da Administração (Sead), Marcos Fernandes, explicou que, com a conclusão de todas as fases, o governo do Estado fará a homologação do concurso e serão respeitados os prazos legais para empossar os defensores.

Durante o teste, cada candidato elaborou, em cada dia, uma peça processual e respondeu a duas questões dissertativas. No sábado, 5, a prova envolveu conteúdo das áreas de direito civil, processual civil, direito do consumidor, direitos humanos e direito empresarial. Já no domingo, 6, os concorrentes enfrentaram questões sobre os direitos penal, processual penal, constitucional, administrativo, tributário, e direito da criança e do adolescente.

A advogada Andreia Resende veio de Belo Horizonte fazer a prova. Ela comentou que é uma honra participar do primeiro concurso da história da Defensoria Pública do Estado do Amapá (Defenap). “Estamos fazendo parte da história da Defensoria no Amapá, por isso viemos preparados para disputar uma vaga”, afirmou a candidata.

De acordo com a FCC, 2.895 inscritos concorreram às 40 vagas para o cargo de defensor público de 2ª classe, cujos vencimentos iniciais serão de R$ 13,2 mil, aproximadamente. O concurso da Defenap consiste em quatro fases: objetiva, prática, oral e a de títulos. A próxima etapa será a prova prática, prevista para o mês de maio.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá