segunda, 06 de abril de 2020 - 18:50h - 2071
Centro de Atendimento Intensivo passa a receber pacientes de COVID-19
Unidade foi equipada exclusivamente para prestar assistência aos casos graves da doença.
Por: Poliana Tavares
Foto: Marcelo Loureiro/Governo do Amapá
Dois pacientes transferidos do HE são os primeiros pacientes do Centro de Atendimento Intensivo.

Como parte do protocolo de contingência, o Governo do Estado montou em Macapá o Centro de Atendimento Intensivo a COVID-19, que já recebeu dois pacientes que foram transferidos no sábado, 4, do Hospital de Emergência (HE).

A unidade é equipada com aparelhos respiratórios, suporte de intubação e entre outros, para prestar assistência exclusiva aos casos graves da doença e funciona dentro do complexo de saúde do Hospital de Clinicas Dr. Alberto Lima (Hcal).

“A medida oferece o melhor tratamento possível para os pacientes. A exclusividade do centro nos permite a dedicação integral no enfretamento da COVID-19”, disse superintendente de atenção à saúde do Estado, Alex Coimbra.

Estrutura

O governo entregou na primeira etapa do centro 13 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para o isolamento hospitalar, todos equipados com:

  • Aparelhos respiratórios
  • Monitores multiparâmetros
  • Ventiladores mecânicos
  • Bombas de infusão
  • Desfibrilador
  • Instrumentos para procedimentos de emergência como intubações

Está prevista a abertura de mais 13 leitos, que também serão equipados para receber pacientes transferidos das unidades de pronto atendimento.

Fluxo de atendimento

Em caso de agravamento de pacientes diagnosticado com COVID-19, unidades de saúde urgência e emergência das redes estaduais e municipais poderão efetuar a transferência para o Centro de Atendimento Intensivo.

A entrada na unidade será somente dessa forma. O paciente não poderá ser lavado de forma espontânea. Esse fluxo de atendimento segue os protocolos definidos pelo Ministério da Saúde (MS).

Já os casos positivos não agravados devem permanecer em o isolamento domiciliar. Caso o quadro clínico piore, o paciente precisa buscar apoio nas unidades de saúde urgência e emergência.

Profissionais

O Governo do Estado também reforçou a assistência exclusiva aos pacientes do centro, que conta com equipe multiprofissional entre enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e médicos especialistas.

Os profissionais passaram por um aprimoramento do fluxo de atendimento aos pacientes, definição de condutas e o uso dos equipamentos de proteção individual para o serviço ofertado ao paciente.

Além disso, a equipe de linha de frente poderá ter um suporte com médico do trabalho, psicólogo e assistente social, que diretamente estarão orientando e realizando análise de riscos no sentido de prevenção a saúde e segurança dos profissionais.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá