segunda, 05 de dezembro de 2016 - 14:03h - 4834
Mais de 500 famílias são identificadas na áreas da Infraero
Diagnóstico foi feito pela Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social
Por: Anne Santos
         

O diagnóstico socioeconômico das famílias que ocupam áreas pertencentes à Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), foi finalizado. A Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (Sims), responsável pela ação, divulgou o relatório nesta segunda-feira, 5. 

A Sims recebeu apoio da Defesa Civil Estadual e da Polícia Militar. Foram identificadas 775 residências na área que corresponde ao canal do Jandiá e entorno. Dessas, 129 estão localizadas em terra firme, o restante em área de ressaca. Das casas visitadas, 134 estavam fechadas, mesmo assim foi feito o registro fotográfico e cadastro do endereço. 

No relatório também consta o perfil dos moradores classificados por idade, sexo e renda. Ao todo são 588 famílias, totalizando 2.190 pessoas. Dessas, 566 possuem renda inferior a R$ 1.800, podendo ser encaminhadas para o Programa Minha Casa Minha Vida. Um dossiê com base nessas informações será elaborado para incluir as famílias no programa. 

A próxima etapa é encaminhar o relatório para o gabinete do governador, Infraero e Justiça Federal, para deliberarem os encaminhamentos. Qualquer decisão a ser tomada, levará em conta o banco de dados criado. “Esse banco de dados subsidiará todos as decisões relacionadas ao TAC. Por isso, fizemos um trabalho detalhado com fotos, contato, endereço e perfil dos moradores”, explicou a secretária adjunta de políticas da Assistência Social da Sims, Patrícia Silva. 

O trabalho foi realizado em quatro dias no período de 16 a 19 de novembro e contou com participação de 100 profissionais. 

TAC

Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), entre Infraero, Governo do Estado do Amapá (GEA) e Prefeitura de Macapá, foi assinado em 2014, relacionado as áreas da Infraero que foram ocupadas irregularmente. 

Pelo TAC, o GEA ficou responsável em fazer o levantamento de quantas pessoas residem na área que corresponde ao canal do Jandiá e entorno, além da situação dessas famílias.  Para realizar o trabalho, a Sims contará com o apoio da Defesa Civil e Polícia Militar. Cada equipe é composta por assistentes sociais e militares que visitarão todas as casas.


GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá