quinta, 05 de dezembro de 2019 - 12:02h - 9019
Estudante do Amapá é ouro em Olimpíada Brasileira de Matemática
Beatriz da Silva Lobato é estudante da Escola Estadual Prof. Darcy Ribeiro.
Por: Wellington Costa
Foto: Divulgação/Ascom Seed
É a segunda vez que a estudante participa da OBMEP, a primeira foi no ano passado, em 2018, quando faturou medalha de bronze.

Estudante do 7º ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual de Tempo Integral Prof. Darcy Ribeiro, de Macapá, é a campeã da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas 2019 (OBMEP). A medalha de ouro foi na categoria nível 1, destinada a estudantes do 6º ou 7º ano do Ensino Fundamental. O Amapá também conquistou uma medalha de prata na mesma categoria.

Beatriz da Silva Lobato tem 13 anos. É a segunda vez que a estudante participa da OBMEP. A primeira foi no ano passado. Naquele ano a expectativa era de uma boa classificação, mas o resultado final a surpreendeu.

“Na primeira vez eu conquistei medalha de bronze e nem acreditei quando saiu o resultado. A partir daí me desafiei a buscar o ouro em 2019. Estou muito feliz em ter conquistado minha meta”, comemorou a estudante.

Outro resultado importante para a rede estadual de ensino foi a medalha de prata conquistada pela estudante Raíssa Palheta Oliveira, da Escola Estadual Dom Pedro I, de Mazagão. Aluna do 7º ano do Ensino Fundamental, Raíssa tem em casa um grande incentivador: o irmão Rarison, quatro vezes medalhista da Olimpíada de Matemática também pela Escola Dom Pedro I.

“Eu nem consegui ver o resultado de tão nervosa que estava. Minha estratégia foi pesquisar bastante, estudar as provas das edições anteriores e pedi reforço dos meus professores. Outro incentivador foi o meu irmão, que já conquistou quatro medalhas na OBMEP”, contou a estudante, entusiasmada com a conquista.

As conquistas amapaenses no bronze foram expressivas: 56 estudantes premiados, sendo 46 deles do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e outros 10 alunos do Ensino Médio.

Outras premiações

O Amapá teve ainda 70 estudantes premiados com Certificado de Menção Honrosa, sendo 20 para estudantes do Ensino Médio e 50 do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano.

A OBMEP também premiou professores de matemática do Amapá. Da rede estadual de ensino 15 professores foram premiados, 13 deles com Diploma de Homenagem e um livro de apoio à formação matemática. As professoras Renilza Rego Ribeiro, da Escola Santina Rioli, em Macapá, e a professora Rosiene de Lima Dias, da Escola Dom Pedro I, de Mazagão, além de receberem certificados e livros irão participar do Programa OBMEP na Escola em 2020.

Sobre a competição

Criada em 2005 com o objetivo de popularizar o ensino da matemática entre estudantes dos ensinos Fundamental e Médio, a OBMEP registrou este ano um novo recorde de escolas inscritas: 54.831 instituições, abrangendo 99,71% dos municípios de todo o país. O número total de inscritos foi de 18.158.775 estudantes dos ensinos Fundamental e Médio, oriundos de 49.002 escolas públicas e 5.829 escolas particulares. 

A prova da 1ª fase aconteceu no dia 21 de maio. Após a correção das provas, realizada nas próprias escolas, um total de 949.240 estudantes foram classificados para a segunda fase, realizada no dia 28 de setembro.

As cerimônias de premiação da OBMEP 2019 ocorrerão durante 2020, em data a ser definida.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Divulgação Seed

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá