segunda, 05 de dezembro de 2016 - 13:59h - 4678
Ação atende mais de 1,2 mil ribeirinhos em Mazagão
Em 2017, expectativa é que sejam realizadas quatro edições do programa
Por: Poliana Tavares
Foto: Secom/Arquivo
Trabalho incluiu consultas médicas e odontológicas, exames laboratoriais, mamografia, triagem e teste rápidos
         

De vidas é feito o programa Rios de Cidadania. A ação, que contou com a parceria do Governo do Amapá, nas regiões de ribeirinha de Ariramba, Ajuruxi e Furo do Mazagão, permitiu que 1264 pessoas se sentissem mais cidadãs. A iniciativa, que teve a duração de dez dias, foi promovida pelo Comando do 4ª Distrito Naval da Marinha do Brasil, com o apoio logístico do Navio-Auxiliar Pará.

Serviços básicos de saúde que para muitos são triviais, como uma simples consulta com clínico geral, uma orientação jurídica ou mesmo uma  roda de leitura são, muitas vezes, o suficiente para transformar o destino daqueles que residem em área de difícil acesso de Macapá.

Nesta segunda edição do Rios de Cidadania, 164 pessoas entre civis da e militares dos órgãos institucionais parceiros se uniram para este mutirão de saúde e cidadania  e realizaram mais de 5000 procedimentos de 21 a 30 de novembro. O trabalho incluiu consultas médicas e odontológicas, exames laboratoriais, mamografia, triagem, teste rápidos de HIV, sífilis  e hepatite, orientações jurídicas, distribuição de medicamentos, ação de combate ao escalpelamento e casamento comunitário. 

O capitão de corveta e comandante  do Navio-Auxiliar Pará, Geizon Gomes, agradeceu a iniciativa do Governo do Estado e os demais órgãos envolvidos, que garantiu o sucesso da segunda edição do Rios de Cidadania.

"Agradeço todo o apoio prestado pelos profissionais integrantes das agencias governamentais envolvidas e faço votos de que, no próximo ano, possamos continuar unindo esforços em prol de um trabalho tão importante para esses cidadãos que residem em localidades carentes", disse o comandante do navio, lembrando que em 2017, a Marinha juntamente com os órgãos parceiros,  pretendem realizar quatro edições do programa Rios de Cidadania em regiões ribeirinhas de Macapá. 

O programa é fruto de um convênio celebrado em julho de deste ano, entre o Governo do Estado, a Marinha do Brasil, o Ministério Público, Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa. O objetivo, é levar atendimento às regiões ribeirinhas, por meio do Navio-Auxiliar Pará,  que conta com uma estrutura de consultórios médico e odontológico, farmácia, sala de laboratório, mamógrafo e um mini auditório.

Em agosto, a primeira edição do Rios de Cidadania, beneficiou mais de 50 comunidades da região do arquipélago de  Bailique. A população contou com os atendimentos da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), Defensoria Pública do Estado do Amapá (Defenap) e do Sistema Integrado de Atendimento ao Cidadão (Siac).


GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá