quinta, 05 de julho de 2018 - 22:20h - 330
Estudante conhece cultivo hidropônico na 3ª ExpoVale e se interessa pela técnica inovadora
Demonstração do cultivo hidropônico e o debate sobre recursos florestais madeireiros e não madeireiros fizeram parte da programação técnica.
Por: Henrique Borges
Foto: Marcio Pinheiro / Secom
O estudante Arthur Christopher conheceu as técnicas de cultivo por meio da hidroponia

Como parte da programação técnica do Circuito TecnoAgro – 3ª ExpoVale, que está sendo realizado no Parque de Exposição da Associação dos Criadores do Vale do Jari (Crivaj), no município de Laranjal do Jari, nesta quinta-feira, 5, os participantes foram apresentados ao cultivo hidropônico na prática e também puderam saber mais a respeito de recursos florestais.

O minicurso “Cultivo hidropônico” teve início pela manhã, coordenado pela Fundação Jari, com instrutores do Instituto de Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa/AP). O público-alvo foram produtores de hortaliças, técnicos, extensionistas e acadêmicos. A hidroponia é a técnica de cultivar através de um sistema de solução nutritiva balanceada, que contém água e todos os nutrientes essenciais ao desenvolvimento da planta.

Durante a tarde, houve a demonstração de uso do cultivo hidropônico, em um espaço criado como uma vitrine de tecnologias, na 3ª ExpoVale, onde os participantes puderam acompanhar de perto como funciona a estrutura da estufa e também sobre cada etapa do cultivo, desde a germinação até a fase adulta da planta, assim como a composição da solução da água utilizada para nutrição.

O estudante do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá (Ifap) - Campus Laranjal do Jari, Arthur Christopher, 19 anos, faz parte do Programa Amapá Jovem, do Governo do Estado do Amapá (GEA). Acompanhando de um grupo de jovens, disse que aprendeu muito com os amigos e que um dia pretende reproduzir o cultivo hidropônico. “Aqui pudemos aprender muito sobre essa técnica, desde a teoria até a prática. Foi muito interessante acompanhar o passo a passo dessa forma de cultivar inovadora”, explicou.

Para o técnico Pedro Alcântara, da Fundação Jari, responsável pela aula prática. O cultivo hidropônico ainda é uma novidade no Amapá e precisa ser praticado em todas as regiões. “Esse é um projeto piloto, no Amapá só existem dois produtores de verduras hidropônicas e aqui em Laranjal não há ninguém com esse tipo de projeto. Por isso, estamos incentivando e trazendo essa tecnologia para o homem do campo da região sul”, ressaltou Pedro Alcântara.

Recursos Florestais

Além do minicurso, também foi realizada a mesa-redonda “Recursos florestais madeireiros e não madeireiros para o desenvolvimento do Vale do Jari”, coordenado pela Embrapa/AP, na qual foram discutidos diversos temas, como: valorização da produção florestal através da verticalização; projeto de fomento de eucalipto; utilização do software BOManejo no planejamento do manejo florestal sustentável; e tecnologias para produção e renovação dos castanhais em áreas de agricultura familiar.

Para o diretor-presidente do Instituto Estadual de Florestas do Amapá (IEF), Marcos Tenório, os produtores precisam estar a par das novas legislações e técnicas de manejo florestal. “Discutindo a legislação, difundindo o conhecimento e o que isso pode assegurar aos produtores, isso dá segurança para o trabalhador. Assim garantimos que eles adotem os novos modelos de administração para que os produtos sejam valorizados. A competitividade na cadeia produtiva rural aumenta a partir do momento em que os produtores recebem mais conhecimento”, concluiu.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Márcio Pinheiro / Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá