sábado, 02 de julho de 2016 - 10:00h - 3926
Comunidade do Ajudante realiza festividade de Nossa Senhora da Piedade
Festividade é realizada há mais de 100 anos e passada de geração a geração.
Por: Anne Santos
Pessoas de todas as idades unidas pelo mesmo motivo: homenagear nossa senhora da piedade.

Emoção, tradição e fé, palavras que definem o que os moradores da comunidade de Ajudante, localizada no município de Mazagão, passam de geração para a geração. Balões e bandeiras nas cores azul e branco ornamentaram a ponte e as casas dos fiéis para receber a imagem de Nossa Senhora da Piedade, na tarde desta sexta-feira,1. A festividade é tradicional no município e comemorada há mais de 100 anos, pelos antepassados que vieram da África.

Ao som das tabocas, tambores e raspadores – instrumentos musicais feitos pela comunidade, os devotos esperavam ansiosos a chegada da imagem. Quando os sons ficaram mais fortes e os fogos de artificio explodiram, a imagem de Nossa Senhora da Piedade surgiu. Transportada desde Mazagão Velho pelos foliões em uma pequena embarcação pelo rio mutuacá.

Pessoas de todas as idades unidas pelo mesmo motivo: homenagear nossa senhora da piedade.  Após a chegada, o ritual seguiu até a igreja e depois para a casa dos fiéis que ajoelhados manifestaram a devoção rezando. E quando as palavras não foram suficientes para expressar a gratidão, vieram as lágrimas. “É muita emoção com a chegada da santa, nas novenas. É uma festa que eu não quero que acabe nunca”, afirmou a organizadora do evento, Raimunda Queiroz.

A santa é acompanhada de foliões, que representam os soldados de Nossa Senhora. Um dos mais antigos é o José Jorge da Silva de 85 anos. Mesmo depois de tantos anos ele mantém a tradição viva e participa da festividade todos os anos. “Temos a missão de guardar Nossa Senhora da Piedade e anunciar a chegada dela. É muita felicidade esse momento”, explicou.

Tradição que está sendo levada pelas crianças, como o Ícaro Rafael, de 6 anos, que assumiu um papel muito importante no evento. “Eu toco taboca, aprendi com meu avô e vou continuar até crescer, pois isso é a representação de Deus”, disse.

Centenas de pessoas acompanharam a festividade no Ajudante. O secretário-adjunto das Cidades, José Carlos Marmitão, que na ocasião representava o Governador do Estado do Amapá, Waldez Góes, parabenizou o evento. “É a cultura aqui de Mazagão. Uma festa bonita e emocionante, que não poderíamos deixar de participar”, afirmou.

A secretária de Estado do Trabalho e Empreendedorismo, Marciane Santo, que esteve no município para realizar cadastro dos empreendedores que receberão financiamento para atuar na Festa de São Tiago, também participou da festividade.

 

Festividade

A festividade iniciou no dia 23 de junho com o levantamento do mastro. Após percorrer várias comunidades, a imagem chegou à localidade do Ajudante. No dia 10 retorna a Mazagão Velho, onde continuam as comemorações até o dia 11.  Raimunda Queiroz, recebeu da mãe a missão de organizar a festividade todos os anos e futuramente passará a missão para a uma das filhas.

 

Promessas

Algumas pessoas vão a comunidade apenas para assistir o evento. Com a Valdete Alves, foi diferente. Ela mora na área urbana de Mazagão e este ano foi ajudar na cozinha nos preparativos do jantar que é servido após as rezas, para cumprir uma promessa. No ano passado ela ficou doente, descobriu que tinha um mioma e passou por uma cirurgia delicada.

Uma amiga que é devota de Nossa Senhora da Piedade, fez a promessa. “Ela pediu para que eu ficasse boa e se isso ocorresse no ano seguinte eu deveria colaborar com alguma coisa na festividade. Aqui estou eu preparando o jantar em gratidão à graça alcançada”, disse Valdete.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá