quarta, 05 de junho de 2019 - 14:10h - 4173
Governo do Estado investe R$ 13,9 milhões em obras nas escolas de tempo integral
Obras de adaptação e ampliação estão sendo executadas em seis escolas, beneficiando estudantes com cozinhas novas, refeitórios, vestiários e biblioteca.
Por: Tony Briam
Foto: Maksuel Martins / Secom
O Colégio Amapaense é uma das escolas beneficiadas o projeto de ampliação e adaptação

O Governo do Estado do Amapá (GEA) está investindo R$ 13,9 milhões em obras de ampliação e adaptação em oito Escolas do Novo Saber nos municípios de Macapá e Santana, beneficiando 2,2 mil estudantes com ensino médio de tempo integral. Os trabalhos já começaram em seis escolas e duas estão em fase de contratação dos serviços. O projeto está sendo executado através de parceria entre as secretarias de Estado da Infraestrutura (Seinf) e da Educação (Seed).

A Seinf é a responsável pela elaboração dos projetos, contratação e fiscalização das obras. Os projetos atendem ao programa de necessidades das Escolas do Novo Saber elaborado e solicitado pela Seed.

De acordo com a Seinf, as escolas Augusto Antunes, Maria do Carmo Viana dos Anjos, Elizabeth Picanço, José Firmo, Colégio Amapaense e Tiradentes, já tiveram as obras iniciadas. As escolas Santos Dumont e Raimunda Virgolino estão em fase de contratação dos serviços.

As obras de reforma e adaptação incluem cozinha nova, refeitório, vestiários masculino e feminino para alunos e para professores. A Escola Tiradentes vai receber também uma nova biblioteca e sala de leitura. De acordo com o cronograma da Seinf, as obras no Colégio Amapaense e na Escola Tiradentes estão com mais de 30% executadas.

“As intervenções nas Escolas de Tempo Integral são fruto de um trabalho conjunto da Seinf com a Seed, visando o bem-estar do aluno, proporcionando espaços que permitam que, após as atividades físicas, tenham onde tomar banho, vestir-se e, dispor de um refeitório amplo para as refeições”, enfatizou o secretário da Infraestrutura, Alcir Matos.

Escolas do Novo Saber

Em 2017, O Estado do Amapá aderiu ao Programa Nacional de Fomento à Implementação de Escolas em Tempo Integral para o Ensino Médio, do Ministério da Educação (MEC). Esse programa atende à meta 6, do Plano Nacional de Educação (PNE) e Plano Estadual de Educação (PEE), de 2014 e 2015, respectivamente. Os planos preveem a oferta de educação em tempo integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas e, 25% das matrículas devem ser integrais, até o fim de suas vigências, que têm duração de dez anos, cada.

No projeto pedagógico dessa modalidade de ensino, os alunos permanecem no ambiente escolar das 7h30 até às 17h, com direito a café da manhã, almoço e lanche. Este ano, mais quatro escolas foram incluídas no projeto, sendo três em Macapá e uma no município de Porto Grande. Juntas, as quatro vão atender 420 estudantes em tempo integral.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá