terça, 05 de fevereiro de 2019 - 20:58h - 466
Governador dialoga com gestores sobre metas para fortalecer educação amapaense
Waldez Góes participou do primeiro dia do Encontro dos Gestores cujo objetivo é compartilhar e alinhar informações para a boa gestão nas unidades de ensino.
Por: Andreza Teixeira
Foto: Márcio Pinheiro / Secom
Governador reforçou que uma das principais metas da gestão é melhorar o Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb)

O governador do Amapá, Waldez Góes, destacou o diálogo permanente com os atores envolvidos no processo educativo como uma das alternativas para fortalecer a rede estadual de ensino. O discurso aconteceu nesta terça-feira, 5, durante a abertura da 3ª edição do Encontro de Gestores, cujo tema é "Caminhos para a qualidade da educação”. O evento antecede o início do ano letivo 2019 e ocorre nos dias 5 e 6 de fevereiro, no Sebrae, em Macapá, com a participação de mais de mil gestores da rede estadual.

Waldez Góes reforçou que, atualmente, uma das principais metas do Amapá no setor da educação é melhorar o Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb) – especialmente nas disciplinas de língua portuguesa e matemática; outra meta – estabelecida a partir de 2019 - é ajudar os municípios a alfabetizar 100% das crianças até o fim do 2º ano do ensino fundamental. Para tanto, mencionou Góes, é necessário que os gestores mantenham a liderança como uma característica fundamental para que assim possam incentivar alunos, professores e equipe a alcançarem as metas estabelecidas para as escolas amapaenses.

O chefe do Executivo estadual reforçou que o Encontro de Gestores faz parte de uma estratégia mantida pelo governo do Estado para valorizar e qualificar os professores; melhorar o relacionamento no ambiente escolar; e trabalhar a eficiência na gestão da educação. “O Governo do Amapá estabeleceu várias metas para ampliar a qualidade do ensino e os gestores são um dos principais atores envolvidos nesse processo, por isso, é fundamental que eles sejam orientados para o cumprimento dessas estratégias.  Dessa forma, nós buscamos melhorar cada vez mais o ambiente educacional e, consequentemente, o processo de formação intelectual e cultural dos nossos alunos”, afirmou Góes.

Ele lembrou ainda que, entre 2015 e 2018, mesmo durante a crise econômica nacional, o Governo do Amapá realizou investimentos na educação como a climatização e a manutenção predial de escolas, a implementação do regime de Gestão Compartilhada e as Escolas do Novo Saber (educação em tempo integral). O governador citou ainda o Regime de Colaboração com os 16 municípios para fortalecer a educação em todo Estado – um dos resultados deste regime foi a entrega de kits de material pedagógico que irão ajudar professores do Estado e dos 16 municípios a alfabetizar 100% das crianças até o fim do 2º ano do ensino fundamental.

Waldez frisou que, neste período de crise, o governo buscou diminuir dívida pública da educação para garantir o pagamento dos funcionários e fornecedores. Ele ressaltou que, desde janeiro de 2019, o Poder Executivo estadual intensificou as medidas para controle e qualificação de gastos com o objetivo de modernizar o uso dos recursos públicos e garantir mais entregas, obras e serviços para a população amapaense.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá