quarta, 04 de julho de 2018 - 09:29h - 3479
Governo anuncia habilitados da terceira chamada do Programa Amapá Jovem
Mais de 3.500 jovens foram habilitados nesta terceira chamada; Amapá Jovem já contempla mais de 10 mil pessoas.
Por: Iracilda Tavares
Foto: Maksuel Martins/Secom

O Governo do Estado do Amapá (GEA) divulgou nesta terça-feira, 3, o resultado da terceira chamada dos novos habilitados para o Programa Amapá Jovem. Os candidatos inscritos podem acompanhar a classificação através do Portal da Juventude no endereço eletrônico www.juventude.ap.gov.br ou nas unidades da Rede Super Fácil. Ao acessar o Portal da Juventude, o beneficiário deve informar o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF), para verificar a sua habilitação no programa.

Na terceira chamada foram habilitados 3.553 jovens para receber os benefícios do programa, que incluem transferência de renda de R$ 120 e inclusão em cursos profissionalizantes, oficinas de arte e cultura, aulas de cidadania e atividades, pedagógica e esportivas. Até o momento, foram contemplados 10.255 jovens bolsistas de maior risco social, considerados prioritários na habilitação.

Esses candidatos fizeram a inscrição, entregaram documentos e aguardavam a conclusão do processo de análise documental e perfil socioeconômico, para que possam ser inseridos no programa e participar das atividades formativas.

Segundo o secretário extraordinário de Políticas para a Juventude (Sejuv), Pedro Filé, os candidatos devem estar atentos ao site para saber se foram habilitados. “Quem fez a inscrição e entregou documentos deve consultar o nome para saber se está ativo ou não no programa para frequentar as atividades. Nos próximos 10 dias iremos promover um evento para recepcionar os novos beneficiários e posteriormente encaminhá-los para os polos mais próximo de sua casa”, frisou o titular da Sejuv.

Os jovens inscritos passaram por um filtro, realizado pelo sistema do Centro de Gestão de Tecnologia da Informação (Prodap), que atendeu os critérios pré-estabelecidos na Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), como estar na faixa etária de 15 a 29 anos, possuir renda familiar de até dois salários mínimos, não possuir vínculo empregatício, estar em situação de vulnerabilidade social e ser ativo no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá