quinta, 02 de dezembro de 2021 - 11:22h - 9985
Programação “Dezembro Vermelho” inicia com teste rápido e distribuição de kit de prevenção
O último mês do ano marca o combate mundial ao HIV/Aids e terá ações voltadas para prevenção e orientação sobre IST.
Por: Nathanael Zahlouth .Colaboradores: Marcelo Guido
Foto: Marcelo Guido
A ação ocorreu na praça Veiga Cabral.

O Governo do Estado iniciou a programação do “Dezembro Vermelho” nesta quarta-feira, 01, na praça Veiga Cabral. Neste primeiro dia de ação, os técnicos de saúde ofertaram o teste rápido para HIV, sífilis e hepatites virais , além da distribuição de kits de prevenção e a realização de mini palestras. A programação está sendo organizada pela Secretaria de Saúde (SESA) e Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS). 

O mês “Dezembro Vermelho” foi criado para pautar a campanha nacional de prevenção ao HIV/AIDS e outras infecções sexualmente transmissíveis, faz referência a data já estabelecida de 1 de dezembro que é o Dia Mundial da Luta contra a AIDS. 

 

No Amapá, em 2021 de janeiro a outubro, foram registrados 273 casos de HIV/Aids diagnosticados pelo Serviço de Assistência Especializada e Centro de Testagem e Aconselhamento (SAE/CTA), destes 61% são de Macapá, 8% de Santana e 21% englobam os demais municípios. Os homens representam 62% dos casos diagnosticados e as mulheres 38%.

A coordenadora do SAE/CTA, Virginia Moreira, fala sobre as atividades que estão sendo desenvolvidas na ação.

"Nosso objetivo é estar falando sobre prevenção, promover a testagem rápida e distribuir o material educativo, desta forma esperamos sensibilizar a sociedade sobre a importância da prevenção e também da descoberta para que se possa o mais rápido possível procurar o tratamento adequado", afirmou a coordenadora da ação.

 

Nesta ação, mais de 70 testes foram realizados, um deles foi da agente de saúde Fransoá Cavalcant, que exaltou a importância da ação.

 

"É muito importante esse tipo de ação, eu apoio muito, perdi um primo a cerca de 2 anos e ele descobriu ser soropositivo apenas dois meses antes de falecer, então descobrir e iniciar o tratamento adequado é muito importante", contou.

 

Auto teste de HIV.

 

Uma das novidades este ano é a distribuição de autoteste para HIV, no Brasil, é permitido e regulamentado pela Anvisa desde 2015, e neste ano, em 2021, o Ministério da Saúde incluiu no programa do Sistema Único de Saúde (SUS), inicialmente está sendo utilizado como projeto piloto.

 

O autoteste funciona da mesma forma que os testes rápidos utilizados em serviços de saúde ou em ações de promoção da saúde, com a diferença que é feito pela própria pessoa, em casa ou em qualquer lugar, no momento que preferir, sozinho ou com alguém em quem confia. O exame pode utilizar fluido oral ou sangue, a depender do tipo de teste. Basta seguir o passo a passo. Ele é intuitivo e fácil de interpretar. 

 

O Amapá recebeu a primeira remessa deste tipo de teste em novembro, ainda em pequena quantidade, como forma de experimentar a aceitação do público. Para ter acesso ao teste é necessário procurar o SAE e se o resultado for positivo, o paciente deve procurar a mesma unidade para prosseguimento do tratamento e notificação do caso. 

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá