segunda, 02 de setembro de 2019 - 17:30h - 3442
Escola Barão do Rio Branco tem 50% das obras concluídas
A previsão é de que o prédio seja entregue no início de 2020, junto com a abertura do ano letivo. Escola vai ofertar mais vagas.
Por: Tony Briam
Foto: Seinf
Dos 4 blocos laterais, 3 já estão com telhado novo, faltando apenas o bloco principal e um bloco lateral

As obras de restauração e revitalização da Escola Estadual Barão do Rio Branco, em Macapá, seguem em ritmo acelerado, chegando a 50% concluídas. A previsão é de que o prédio seja entregue no início de 2020.

Conforme informações da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinf), a estrutura do telhado foi removida e substituída por estrutura metálica, toda a infraestrutura do prédio foi reforçada com novos vigamentos e reforços estruturais, pois, à época de sua construção, os imóveis eram erguidos sem pilastras e cintamento.

Dos 4 blocos laterais, 3 já estão com telhado novo, faltando apenas o bloco principal e um bloco lateral. As salas do bloco principal já receberam pintura, as janelas já estão com as esquadrias em alumínio, todo o sistema para a alimentação elétrica já está instalado e a quadra poliesportiva está revitalizada. 

A Barão do Rio Branco foi a primeira escola do antigo Território Federal do Amapá construída em concreto. Em 2013, a instituição foi desativada e passou a funcionar no anexo na Av. Iracema Carvão Nunes, Centro. O governo estadual iniciou os serviços de restauração e revitalização no início de 2019, com recursos próprios totalizando R$ 5 milhões. A obra gerou 75 empregos diretos (arquiteto, engenheiro, carpinteiros, pedreiros, serralheiros, operador de máquinas pesadas, mestre de obra e ajudantes).

Segundo a secretária escolar Divanete dos Santos, há 561 alunos matriculados nos turnos da manhã e tarde na instituição.

“Não só eles, mas, todos nós, do corpo docente da escola, e os pais dos alunos, esperamos ansiosos para voltar ao nosso prédio”, falou Divanete.

A ideia é de que o ano letivo de 2020 inicie no prédio revitalizado.

“Por se tratar de um patrimônio que tem uma importância histórica para o Estado, a Seinf pensou no resgate do Barão do Rio Branco sem mudar sua estrutura física original, prevendo o conforto e segurança à comunidade escolar. Com a conclusão dos serviços, estaremos ofertando mais vagas para que mais famílias possam usufruir de um espaço onde o governo está fomentando, não só a educação, mas, emprego e renda”, disse o secretário de Estado da Infraestrutura, Alcir Matos.  

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá