sexta, 03 de abril de 2020 - 12:00h - 3405
Estado vai pagar a indenização de professores horistas que atuaram no ano letivo de 2019
A ação faz parte do planejamento da Secretaria de Educação e os pagamentos das indenizações serão realizados a partir do dia 10 de abril de 2020.
Por: Henrique Borges
Foto: Márcio Pinheiro
Indenização é para professores horistas que tiveram os contratos encerrados e que atuaram no ano letivo de 2019

Durante reunião na tarde desta quinta-feira, 2, com secretários adjuntos da Secretaria de Estado da Educação (Seed), o governador do Estado do Amapá, Waldez Góes, firmou o compromisso de pagar a indenização de professores horistas que tiveram os contratos encerrados e que atuaram no ano letivo de 2019.

O pagamento será feito para todos os profissionais no dia 10 de abril de 2020, de forma parcelada, conforme disponibilidade financeira. É importante destacar que o cálculo da indenização é feito de forma automática no sistema, sem a necessidade de o trabalhador ingressar com processo de solicitação do pagamento junto a Seed.

O Governo do Amapá está adotando as medidas do Governo Federal em relação às medidas restritivas para a área da educação. De acordo com o secretário adjunto de gestão de pessoas da Seed, Dannielsom Miranda, todos os profissionais vão receber.

“O processo de pagamento das indenizações acontecerá de forma parcelada a partir do dia 10 de abril. Todos os profissionais que trabalharam no contrato administrativo horista do ano letivo de 2019 vão receber”, reafirmou.

Contrato administrativo

Conforme estabelecido no Decreto nº 1.377, de 17 de março de 2020, não haverá perdas salariais para os servidores, incluindo os trabalhadores do contrato administrativo de professor que já estavam trabalhando no ano letivo de 2020.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Márcio Pinheiro/Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá