segunda, 22 de junho de 2020 - 22:00h - 794
Com testagem ampliada, Amapá aumenta capacidade de rastrear casos positivos de covid-19
Estado também tem a menor taxa de letalidade por novo coronavírus da região norte. Informações foram divulgadas em coletiva de imprensa nesta segunda-feira, 22.
Por: Nathanael Zahlouth
Foto: Nathan Zahlouth
Secretário de Saúde, Juan Mendes; superintendente da SVS, Dorinaldo Malafaia e diretor do Lacen, Gelmires Queiroz, participaram da coletiva.

O Amapá vem conseguindo aumentar a capacidade de testagem para covid-19, e, com isso, ampliar o rastreamento de casos positivos da doença. Esse cenário explica a tendência de crescimento de novos casos, observada desde 20 de junho. 

O assunto foi abordado em coletiva de imprensa nesta segunda-feira, 22, data em que o boletim oficial divulgado pelo Estado registrou 2.842 novos casos - totalizando 24.682 confirmações da doença.

LEIA MAIS: Covid-19: com força-tarefa, Governo do Amapá começa a reduzir número de testes que estavam em análise

Durante a coletiva, o gestor da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS), Dorinaldo Malafaia, explicou que os novos casos são resultados da segunda etapa de testagem em massa realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro e pelo Instituto Evandro Chagas (IEC), em Belém.

Em parceria com o Estado, as instituições analisaram 6.609 exames para covid-19. Destes, já chegaram 3.737 resultados das 5 mil amostras enviadas para a Fiocruz - sendo 3.072 positivas; do IEC, chegaram 1.609 amostras, das quais 1.151 são positivas.

Todos esses resultados serão publicados no boletim ao longo desta semana, após checagem das prefeituras de Macapá e Santana, para evitar duplicação de dados. 

Nesta segunda fase, foram 2.504 casos confirmados pela Fiocruz; 203, pelo Laboratório Central do Amapá (Lacen) e laboratórios particulares; 69, por testes rápidos; e 66, por critério clínico-epidemiológico, num total de 2.842 casos confirmados, todos relativos a testes coletados de 4 a 25 de maio.

Malafaia também destacou que a taxa de letalidade para covid-19 vem reduzindo no Amapá. Atualmente, esse número é de 1, 51%, enquanto no dia 23 de maio era de 3,16%. 

“É importante avaliar que temos um número reduzido de letalidade, sendo a menor taxa da região norte”, pontuou Dorinaldo.  

A maior capacidade de testagem vem reduzindo, ainda, o número de casos em análise que agora é de 5.494.

“O Estado do Amapá firmou parceria com essas instituições para diminuir a quantidade de casos em análises e assim teve sua capacidade de testagem aumentada, se destacando no combate ao vírus como um dos Estados que mais testa sua população” afirmou o secretário de Estado de Saúde, Juan Mendes.

Desde o início da pandemia, o Governo do Estado envia, em média, 800 amostras por semana ao IEC para análise. Além dos exames laboratoriais fora do estado,  os resultados são confirmados através do Laboratório Central (Lacen/SVS)  e laboratórios particulares.

“As amostras continuarão sendo enviadas ao Instituto Evando Chagas para diminuir a quantidade de exames represados, reduzindo o tempo de resposta dos resultados”, afirmou o diretor do Lacen, Gelmires Queiroz.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá