quinta, 20 de dezembro de 2018 - 22:05h - 6332
Coral Vozes do Setentrião apresenta concerto ‘Cantai, é Natal!’
Servidores públicos estaduais interpretaram clássicos natalinos adaptados aos estilos black music, jazz, rap e soul.
Por: Andreza Teixeira
Foto: Márcio Pinheiro / Secom
Coral foi idealizado há um ano e meio com o objetivo de proporcionar qualidade de vida através da música, além de estimular a socialização entre os funcionários

Clássicos natalinos com arranjos de black music, soul, jazz e rap tomaram conta do Palácio do Setentrião, sede do Poder Executivo estadual, nesta quinta-feira, 20, durante o concerto musical ‘Cantai, é Natal!’. A apresentação trouxe ao público oito canções tradicionais deste período do ano interpretadas por 30 servidores públicos integrantes do coral institucional “Vozes do Setentrião”. O governador do Amapá, Waldez Góes, acompanhou o concerto.

O Vozes do Setentrião foi criado há cerca de um ano e meio pelo Gabinete Civil do Governador (Gab/Gov) com o propósito de trazer qualidade de vida aos servidores públicos através da música, bem como estimular a socialização entre os funcionários, o relacionamento interpessoal, espírito de equipe e conhecimento cultural com gêneros musicais eruditos, clássicos e contemporâneos. Durante o concerto musical, foram interpretadas canções como ‘Amém, é Natal!’ "Cantai' e ‘Quem é este bebê?’ – todas remetem a fases da história do nascimento de Jesus Cristo – celebrado em 25 de dezembro em vários países.

Em seu discurso, Waldez Góes parabenizou a iniciativa e ressaltou que o Vozes do Setentrião traz benefícios tanto aos participantes quanto ao público. “Natal é época de confraternização entre as pessoas, de aumentar nossa tolerância, respeito, humildade e solidariedade seja em nossas casas, nosso bairro, na igreja e também no ambiente de trabalho. Tenho a certeza que os participantes do coral terão um Natal mais feliz, porque eles estão fazendo as pessoas mais felizes”, registrou o governador. Ele mencionou a realização do Natal da Solidariedade, um evento do governo estadual que, a exemplo do coral institucional, envolve a participação de servidores públicos e remete aos sentimentos presentes nesta época do ano.

Qualidade de vida

O Vozes do Setentrião é regido pelo maestro William Sol Sol. Ele explicou que, neste ano, 50 funcionários públicos de diferentes órgãos se inscreveram para participar do projeto. Após avaliação, 30 foram selecionados para compor o grupo, dentre os quais há homens, mulheres, jovens, adultos e idosos lotados em diferentes órgãos públicos estaduais.

O coordenador e maestro do projeto, tenente Marcos Ribeiro, ressaltou que o ato de cantar proporciona a liberação de um hormônio chamado endorfina. “Esse hormônio traz a sensação de bem-estar que se reflete na vida pessoal e profissional das pessoas”, explicou.

Uma das solistas do Vozes do Setentrião é a analista administrativa Walkyria Pacheco, 32 anos, que trabalha na Secretaria de Estado de Administração (Sead). Ela conta que sempre gostou de cantar e, durante a adolescência, chegou a desenvolver seus talentos no Centro de Educação Profissional de Música Walkíria Lima, porém, as demandas da vida adulta lhe impediram de continuar os estudos. Em 2017, ela teve a oportunidade de integrar o Vozes do Setentrião e, assim, voltar a fazer o que gosta. “Faço parte do coral desde 2017 e tem sido uma experiência gratificante pelo fato de eu amar música", conta a analista.

Outro integrante do projeto é o educador socioambiental Isaías Santos, 64 anos, que é lotado na Secretaria de Estado de Trabalho e Empreendedorismo (Sete). O amor pela música surgiu ainda na infância de Isaías e se fortaleceu ao longo de sua vida, uma vez que ele sempre participou de corais. “Cantar para mim faz parte do desenvolvimento integral do ser humano e ajuda a desenvolver valores artísticos e espirituais e esses benefícios se refletem na vida pessoal e profissional”, avaliou o idoso.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Márcio Pinheiro / Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá