quarta, 13 de março de 2019 - 22:10h - 276
Servidores estaduais são capacitados para identificar veículos adulterados
Um grupo de policiais militares que atua na Operação Lei Seca participa da capacitação, ministrada por uma equipe da Polícia Rodoviária Federal.
Por: Weverton Façanha
Foto: Philippe Gomes / Secom
Durante o curso, policiais aprendem como identificar adulterações nos veículos ou até mesmo na documentação

Servidores estaduais que compõem a Operação Lei Seca, do Departamento Estadual de Trânsito do Amapá (Detran/AP), participam de uma capacitação sobre verificação veicular. Nesta quarta-feira, 13, o grupo realizou uma aula prática, no perímetro urbano da BR-210, em Macapá, em uma barreira de trânsito. O treinamento está sendo ministrado por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O maior objetivo do curso é garantir uma qualificação aos agentes do Estado para uma ação mais minuciosa de fiscalização a veículos com restrição de furto ou roubo, clonados ou com adulterações no chassi, motor e até mesmo nas documentações. 

Segundo o capitão da Polícia Militar Francisco Alves Neto, responsável pela equipe de militares que participa da capacitação, a ideia é oportunizar aos agentes da segurança pública uma atualização dentro das práticas do serviço. “É sempre muito bom garantir aos nossos militares inovações e atualizações, e assim, podemos dar uma melhor qualidade na segurança do cidadão”, declarou o capitão.

A qualificação dos profissionais iniciou na última segunda-feira, 11, com palestras e exercícios em áreas fechadas. “Estamos trabalhando de forma integrada e nosso objetivo é compartilhar conhecimentos para que esses agentes façam um trabalho mais detalhado dentro do perímetro urbano das cidades, e dessa maneira, teremos os órgãos de segurança trabalhando de forma conjunta”, disse o policial rodoviário federal Souza Almeida, instrutor do curso.

O treinamento encerra nesta quinta-feira, 14. Nos próximos dias, o grupo de militares que participa da capacitação voltará às ruas com uma ação maior para colocar em prática todos os ensinamentos proporcionados no curso.

Prisões

Durante a barreira de trânsito em que se realizavam os procedimentos da capacitação, a equipe da Polícia Militar e os agentes da PRF prenderam três pessoas com mandado de prisão em aberto. Um por pensão alimentícia e ainda estar dirigindo sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Já os outros dois tinham mandados por tráfico de drogas e roubo e, no veículo que conduziam foram encontrados materiais que possivelmente seriam usados em assaltos, como uma balaclava (espécie de gorro que encobre o rosto), uma porção de material com suspeita de ser entorpecente; além do veículo apresentar documentação possivelmente falsificada. Ainda durante a ação, dois veículos foram recolhidos ao pátio da PRF.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Philippe Gomes / Secom

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá