terça, 11 de junho de 2019 - 18:10h - 724
Professores trocam experiências sobre a língua espanhola
Curso visa proporcionar formação continuada aos professores de Língua Espanhola nas escolas de ensino médio da rede pública estadual.
Por: Caroline Mesquita
Foto: Erich Macias/Seed
Curso de atualização profissional é destinado a professores de espanhol da rede estadual

Um grupo de professores da rede pública estadual participa de um Curso de Atualização em Língua Espanhola. A capacitação, que iniciou na segunda-feira, 10, e vai até sexta-feira, 14, é voltada para profissionais que ministram a disciplina e é resultado de uma parceria entre o Governo do Amapá e o Ministério da Educação da Espanha, por meio do Escritório da Embaixada da Espanha no Brasil.

O curso acontece desde 2013, sob execução da Secretaria de Estado da Educação (Seed), e visa proporcionar formação continuada aos professores de Língua Espanhola nas escolas de ensino médio da rede pública estadual. As aulas ocorrem no auditório do Centro de Valorização da Educação (Cveduc), em Macapá, com professores nativos de língua espanhola e também com professores de espanhol colaboradores da rede, possibilitando a troca de experiências pedagógicas e a atualização profissional. Este ano, foram disponibilizadas 45 vagas para o curso no Amapá.

A professora de espanhol Dianiny Albuquerque é colaboradora do Curso de Atualização. Ela leciona na Escola Estadual Alberto Santos Dumont, em Santana, e, desde 2017, ministra palestras e oficinas na formação. Já abordou como trabalhar lendas amazônicas em espanhol com os estudantes e oficina de jogos e telenovelas também na língua estrangeira.  Este ano, trouxe o tema inclusão para dividir com seus pares, com o objetivo de discutir metodologias de como trabalhar o ensino da língua espanhola na educação especial.

“Essa foi uma dificuldade em comum levantada ano passado pelos professores no curso. Surgem dúvidas de como adaptar o material para o aluno, como ensinar a língua estrangeira e garantir essa aprendizagem. Ensino dois alunos surdos e trouxe um pouco dessa experiência para compartilhar e mostrar como a escola se organiza para atendê-los, não só em espanhol, mas também nas outras disciplinas”, comentou Dianiny.

Para a professora Edilana Trindade, um dos principais atrativos da formação é poder ter conversações em espanhol, bem como escutar os nativos da língua. “É uma oportunidade de trocar experiências, aperfeiçoar nosso idioma e se atualizar das metodologias de ensino para poder passá-lo da melhor forma para os nossos alunos. Preparar o estudante para que ele tenha o gosto de aprender a língua espanhola”, avaliou a participante.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá