quinta, 06 de dezembro de 2018 - 09:53h - 86
Amapá terá ações de combate à violência contra as mulheres nesta sexta-feira, 7
Em alusão à mobilização nacional 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres haverá ações de conscientização em quatro municípios amapaenses.
Por: Nathacha Dantas

Nesta sexta-feira, 7, o Estado do Amapá passará a fazer parte do programa "Mulher, Viver sem Violência", do governo federal. O termo de adesão será assinado pela ministra Andreza Colatto, secretária nacional de Políticas para as Mulheres; pelo governador, Waldez Góes; e pela gestora da Secretaria Extraordinária de Políticas de Mulheres (SEPM), Wellen Azevedo. A solenidade acontecerá no Palácio do Setentrião, às 15h, em Macapá.

Antes da assinatura do termo, Andreza Colatto fará uma visita ao terreno onde será construída a Casa da Mulher Brasileira - espaço integrado e humanizado de atendimento às mulheres em situação de violência - fruto de uma parceria entre o Governo do Amapá e a Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres (SNPM).

A área onde será construído o prédio mede um total de 9.988.3680m² e foi adquirida por meio de termo de cessão de uso gratuito celebrado entre o estado e a União. A visita acontecerá às 10h30, na Rodovia Tancredo Neves, bairro São Lázaro, com entrada pelo prédio da Secretaria de Estado de Transportes (Setrap), zona norte de Macapá.

Pela manhã, serão realizadas blitz educativas simultaneamente em quatro municípios: Mazagão, Porto Grande, Santana e Macapá. Com o tema “Meu corpo não é público”, as blitzen contarão com adesivagem de ônibus e distribuição de praguinhas (adesivos), feita por servidores da SEPM, Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram) e Centro de Atendimento à Mulher e à Família (Camuf).

Durante o evento, os servidores abordarão a Lei 13.718/2018 que, entre outras disposições, passou a prever como crime a importunação sexual e a divulgação de cenas de sexo e/ou estupro. A medida aumenta, ainda, a pena para os crimes de estupro coletivo e corretivo.

Em Macapá, a blitiz ocorrerá das 7h30 às 9h30, em dois pontos na Avenida FAB: nas praças da Bandeira e Barão do Rio Branco.

A programação integra a mobilização internacional “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”, que ocorre em cerca de 160 países. Mundialmente, a campanha se inicia em 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher, e vai até 10 de dezembro, o Dia Internacional dos Direitos Humanos, passando pelo 6 de dezembro, que é o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

Papo de homem

Ainda para o mês de dezembro está prevista mais uma edição do projeto “Papo de Homem: quebrando paradigmas”, que tem o objetivo de alertar os homens sobre agressões e atitudes machistas e busca envolver e conclamar os homens a se posicionarem publicamente contra qualquer tipo de violência praticada contra as mulheres. O evento deve acontecer nas corporações militares e em instituições públicas e privadas.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá